“O brilhar da natureza é uma parusia superior”:

natureza e superação da metafísica

Autores

  • Daniel Rodrigues Ramos Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas, Tocantins, Brasil, dr.ramos@outlook.com.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v26i2.68934

Resumo

O artigo é uma discussão fenomenológica acerca da natureza. Fundamentada no pensamento tardio de Heidegger, ela se desenvolve em torno da superação da determinação metafísica da realidade natural enquanto presença constante. Para tanto, toma-se como guia da reflexão um verso das poesias tardias de Hölderlin, cujo aclaramento conduz ao questionamento do sentido da noção de presença (ousia) e da sua referência com a ausência (apousia) e, em seguida, da relação essencial entre ser e aparência. Nesta direção, mostra-se que a sublime aparição da natureza é a luta e unidade entre parusia e apousia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

RODRIGUES RAMOS, D. “O brilhar da natureza é uma parusia superior”:: natureza e superação da metafísica. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 26, n. 2, 2022. DOI: 10.5216/phi.v26i2.68934. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/68934. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê de Artigos Originais