O Sublime na Crítica da razão prática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v25i2.64654

Resumo

O trabalho visa uma leitura da teoria da sublimidade na Crítica da razão prática, a partir da análise das passagens nas quais, em particular na conclusão da obra e no terceiro capítulo da Analítica da razão prática pura, Kant oferece respaldo textual para destacarmos certa distância teórica com relação à concepção estética do sublime sucessivamente apresentada na Crítica da faculdade do juízo, notadamente na formulação geral do §23. Para isso, e tendo como plano de fundo uma perspectiva contrastiva de interpretações que aproximam segunda e terceira Críticas quanto ao sublime, sugerimos que, nessas duas obras, há variações referentes tanto à dinâmica envolvida pelo sublime quanto ao seu objeto de referência, assim como no que tange à caracterização dos sentimentos de admiração e respeito mediante os quais, segundo Kant, o sublime se expressa.

Palavras-chave: Kant; sublime; respeito; admiração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-08-2021

Como Citar

Tredanaro, E. (2021). O Sublime na Crítica da razão prática. Philósophos - Revista De Filosofia, 25(2). https://doi.org/10.5216/phi.v25i2.64654