A APORÉTICA DA CRÍTICA. CONSIDERAÇÕES SOBRE O VÍNCULO ENTRE RETÓRICA E RAZÃO A PARTIR DA LEITURA DE KANT DE GÉRARD LEBRUN

Autores

  • Nuria Sánchez Madrid Professora Contratada Doutora- Departamento de Filosofia Teorética - Faculdade de Filosofia - Universidade Complutense de Madrid

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v17i1.16671

Palavras-chave:

Crítica, Retórica, Aporética, Silepse

Resumo

O texto ressalva a importância que a ordem do discurso figurado, especialmente o tropo da silepse, possui na Crítica de Kant. Toma-se como fio condutor a aporética interna da obra kantiana que Gérard Lebrun analisou em diferentes artigos, com o alvo de demarcar e traçar o verdadeiro alcance do que denominarmos neste trabalho uma retórica nos limites da mera razão. Este trabalho propõe-se contribuir para o esclarecimento da dependência que o progresso do autoconhecimento da razão mantém com a formação de figuras retóricas –não só baseadas no descobrimento de analogias–, que formam parte da teoria kantiana da objetividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nuria Sánchez Madrid, Professora Contratada Doutora- Departamento de Filosofia Teorética - Faculdade de Filosofia - Universidade Complutense de Madrid

Professora Contratada Doutora do Departamento de Filosofia Teorética da Faculdade de Filosofia da UCM

Downloads

Publicado

15-09-2012

Como Citar

SÁNCHEZ MADRID, N. A APORÉTICA DA CRÍTICA. CONSIDERAÇÕES SOBRE O VÍNCULO ENTRE RETÓRICA E RAZÃO A PARTIR DA LEITURA DE KANT DE GÉRARD LEBRUN. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 205–235, 2012. DOI: 10.5216/phi.v17i1.16671. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/16671. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais