Baixo teor de sódio nas folhas melhora o rendimento de grãos e o desempenho fisiológico de genótipos de trigo em solo salino-sódico

Autores

  • Muhammad Sohail Saddiq Department of Agronomy, Ghazi University, Dera Ghazi Khan 32200, Pakistan https://orcid.org/0000-0003-1684-2168
  • Irfan Afzal Department of Agronomy, University of Agriculture Faisalabad 38040, Pakistan
  • Shahid Iqbal Department of Agronomy, Muhammad Nawaz Shareef, University of Agriculture Multan 66000, Pakistan
  • Muhammad Bilal Hafeez Department of Agronomy, University of Agriculture Faisalabad 38040, Pakistan https://orcid.org/0000-0001-6719-6667
  • Ali Raza Oil Crops Research Institute, Chinese Academy of Agricultural Sciences (CAAS), Wuhan, China. https://orcid.org/0000-0002-5120-2791

Resumo

O estresse salino é uma das principais restrições à produção de trigo. A manutenção de um baixo acúmulo de Na+ nas folhas pode melhorar a tolerância do tecido ao estresse salino. Um experimento de campo foi conduzido para discriminar vinte genótipos de trigo, com base no acúmulo de Na+ nas folhas como critério para tolerância ao sal, e avaliar o efeito do acúmulo de sódio na produção de biomassa, características fisiológicas e de produção de genótipos cultivados em ambiente salino-sódico. A concentração de Na+ foi determinada em folhas jovens totalmente expandidas, no estágio de crescimento vegetativo. Os genótipos foram categorizados em dois grupos contrastantes (com baixo e alto teor de Na+), em delineamento de blocos completos casualizados, com três repetições. Os genótipos com baixo teor de Na+ (V-03094, V-02156, TURACO, V0005 e PVN) mostraram retenção de clorofila, teor de K+ foliar, prolina e conteúdo fenólico por períodos muito mais longos do que os com alto teor. Os efeitos da salinidade sobre os componentes de rendimento também foram menores nos genótipos com baixo teor de Na+ nas folhas do que os com alto teor. O maior rendimento de grãos de genótipos com baixo acúmulo de Na+ deveu-se ao aumento no número e peso dos grãos em seus perfilhos, que mostraram-se fortemente associados ao maior efluxo de Na+ das folhas. Os genótipos com baixo acúmulo de sódio melhoraram a emergência de plântulas (%) e o rendimento de grãos, em solo salino-sódico.

PALAVRAS-CHAVE: Triticum aestivum L., estresse salino, tolerância ao sal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-07-2021

Como Citar

SADDIQ, M. S. .; AFZAL, . I.; IQBAL, S.; HAFEEZ, M. B. .; RAZA, A. Baixo teor de sódio nas folhas melhora o rendimento de grãos e o desempenho fisiológico de genótipos de trigo em solo salino-sódico. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 51, p. e67663, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/67663. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico