Efeito do condicionamento no potencial fisiológico de sementes de milho sob estresse abiótico

Autores

  • Geraldo Candido Cabral Gouveia Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Flávio Ferreira da Silva Binotti UEMS
  • Edilson Costa UEMS

Palavras-chave:

Zea mays, deterioração controlada, fenilalanina.

Resumo

O estresse abiótico influencia diretamente no desempenho das sementes, sendo que sementes com baixo vigor, sob condições adversas, tendem a apresentar menor velocidade e percentual de germinação. A hidratação controlada das sementes com agentes químicos pode expressar o máximo potencial fisiológico das mesmas, mesmo quando submetidas a condições de estresse. Objetivou-se avaliar o potencial fisiológico de sementes de milho hidratadas com diferentes agentes químicos e submetidas a estresse abiótico (estresse hídrico induzido por polietileno glicol, hipóxia, baixa temperatura e estresse salino após deterioração controlada). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2, sendo constituído por agentes químicos empregados na hidratação das sementes [testemunha - sem hidratação; controle com água; nitrato de cálcio (0.2%); aminoácido L-fenilalanina (0.05 %); aminoácido L-fenilalanina (0.5 %) + nitrato de cálcio (0.2 %)] e 2 lotes de sementes, com quatro repetições. A hidratação controlada com nitrato de cálcio propicia maior germinação e emergência de plântulas em condição de temperatura subótima, e sementes oriundas da deterioração controlada apresentam maior germinação com o uso de nitrato de cálcio mais fenilalanina na hidratação das sementes, independentemente do lote utilizado. De modo geral, a hidratação das sementes possibilitou maior expressão de vigor, mesmo que interação com os lotes tenha sido observada em algumas variáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Candido Cabral Gouveia, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Fitotecnia

Produção e tecnologia de sementes

Manejo e Tratos Culturais

Downloads

Publicado

29-09-2017

Como Citar

GOUVEIA, G. C. C.; BINOTTI, F. F. da S.; COSTA, E. Efeito do condicionamento no potencial fisiológico de sementes de milho sob estresse abiótico. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 47, n. 3, p. 328–335, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/46560. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico