Épocas de semeadura, cultivares e densidades de plantas para algodão adensado em segunda safra

Autores

  • Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira Embrapa Algodão
  • Ana Luiza Dias Coelho Borin Embrapa Algodão
  • Giovani Greigh de Brito Embrapa Clima Temperado
  • João Luis da Silva Filho Embrapa Algodão
  • Julio Cesar Bogiani Embrapa Algodão

Palavras-chave:

Gossypium hirsutum L. r. latifolium, safrinha, população de plantas.

Resumo

O cultivo de algodoeiro adensado em segunda safra, em ambiente não irrigado, após soja ou feijão, tem aumentado no Cerrado do Centro-Oeste brasileiro. Com essa mudança de época de semeadura, as plantas de algodão estão mais expostas a condições climáticas adversas. Objetivou-se avaliar o efeito de cultivares, densidades de plantas e épocas de semeadura sobre a produção de algodão. Os experimentos foram realizados em três anos consecutivos. Em cada ano, os tratamentos foram constituídos por duas épocas de semeadura (segunda quinzena de janeiro e primeira quinzena de fevereiro), cultivares (ciclo precoce e médio) e densidades de plantas (8,9-33,3 plantas m-2). O algodão foi semeado em segunda safra, após a colheita de soja precoce. Em cada época de semeadura, os experimentos foram instalados no delineamento de blocos ao acaso, em parcelas subdivididas, com o fator cultivar disposto na parcela e a densidade na subparcela. A produtividade do algodoeiro em segunda safra foi pouco influenciada pelas densidades de plantas e cultivares. A semeadura tardia do algodoeiro reduziu a altura de plantas, número de capulhos por área e produtividade de fibra. Com o atraso na data de semeadura, a produtividade de fibra diminuiu aproximadamente 25 %, 17 % e 41 %, respectivamente em 2009, 2010 e 2011. O fator mais determinante para o cultivo do algodoeiro em segunda safra é a época de semeadura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira, Embrapa Algodão

Agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (1994), com mestrado em Fitotecnia pela UFV (1996) e doutorado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela UFV (2001). Foi pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - Epamig, de 1998 a junho de 2004. Desde julho de 2004 é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA ALGODÃO. Atua no cerrado brasileiro, principalmente, nas seguintes linhas temáticas de pesquisa na cultura do algodoeiro: sistema de produção, manejo do solo, matologia, manejo e tratos culturais, fitotecnia, fertilidade do solo e nutrição mineral.

Downloads

Publicado

14-12-2015

Como Citar

FERREIRA, A. C. de B.; BORIN, A. L. D. C.; BRITO, G. G. de; SILVA FILHO, J. L. da; BOGIANI, J. C. Épocas de semeadura, cultivares e densidades de plantas para algodão adensado em segunda safra. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 4, p. 397–405, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/36869. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico