ESTUDO HISTOPATÓLOGICO NAS CÓRNEAS DOS CÃES TRATADOS COM 2-1 FOSFATO DISSÓDICO DE BETAMETASONA E FOSFATO DISSÓDICO/ACETATO DE DEXAMETASONA, QUE RECEBERAM TRASPLANTES COM CÓRNEAS DE SUÍNOS

Autores

  • Nilo Sérgio Troncoso Chaves UFG
  • Paulo Sérgio de Moraes Barros FMVZ/USP
  • Apóstolo Ferreira Martins UFG
  • Eugênio Gonçalves de Araújo UFG
  • Larissa Franco de Araújo UFG
  • Duvaldo Eurides Universidade Federal de Uberlândia
  • Luiz Antônio Franco da Silva UFG

Palavras-chave:

Histopatologia, corticosteróides, xenotransplantes, córnea, canino, suíno

Resumo

Foram utilizados 10 cães, sem raça definida, com peso médio de 10kg, examinados e considerados sadios. Cada cão, a seu tempo, teve implantada no olho esquerdo córnea de suíno, conservada em câmara úmida pelo período máximo de seis horas. Cada animal antes da cirurgia recebeu 4 mg de fosfato dissódico/acetato de dexametasona, por via intramuscular, e uma gota de fosfato dissódico de betametasona/sulfato de gentamicina colírio. Conservou-se a medicação ocular 4 vezes/dia e a intramuscular semanalmente, até o sacrifício do cão. Cada qual foi sacrificado por processo indolor (thiopental sódico + cloreto de succinilcolina) e teve o olho que recebeu implante com córnea de suíno enucleado. Foi injetado formol 10% na câmara do vítreo e a córnea foi removida com aba escleral, tratada e corada com hematoxilina-eosina. Foram analisadas as seguintes áreas: enxerto, áreas adjacentes receptoras e observadas as várias alterações.

PALAVRAS-CHAVE: Histopatologia; corticosteróides; xenotransplantes; córnea; canino; suíno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-12-2007

Como Citar

CHAVES, N. S. T.; BARROS, P. S. de M.; MARTINS, A. F.; ARAÚJO, E. G. de; ARAÚJO, L. F. de; EURIDES, D.; SILVA, L. A. F. da. ESTUDO HISTOPATÓLOGICO NAS CÓRNEAS DOS CÃES TRATADOS COM 2-1 FOSFATO DISSÓDICO DE BETAMETASONA E FOSFATO DISSÓDICO/ACETATO DE DEXAMETASONA, QUE RECEBERAM TRASPLANTES COM CÓRNEAS DE SUÍNOS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 26, n. 2, p. 37–43, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2935. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico