Épocas de semeadura e desempenho qualitativo de sementes de soja

Autores

  • Elesandro Bornhofen Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, PR, Brasil.
  • Giovani Benin Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, PR, Brasil.
  • Danielle Galvan Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, PR, Brasil.
  • Mariana Faber Flores Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, PR, Brasil.

Palavras-chave:

Glycine max (L.), germinação, tetrazólio.

Resumo

Variações na época de semeadura da soja refletem diretamente no potencial fisiológico das sementes produzidas. Este estudo objetivou identificar épocas de semeadura que maximizem qualitativamente a produção de sementes de soja. Os experimentos foram desenvolvidos em dois anos agrícolas, em esquema fatorial 2 × 4 × 6, com quatro épocas de semeadura e seis cultivares de soja (Don Mario 5.8i RR, BMX Energia RR, BMX Força RR, BRS 255 RR, BRS 294 RR e BRS 295 RR). Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados, com três repetições. Foram avaliadas doze características informativas da qualidade de sementes de soja, por meio dos testes de germinação, dano mecânico, envelhecimento acelerado e tetrazólio. Houve efeito significativo da época de semeadura e de cultivares sobre a qualidade das sementes. Constatou-se diferença na sensibilidade das cultivares a variações na época de semeadura, quanto aos atributos qualitativos de semente. Semeaduras em meados de dezembro são recomendadas para a produção de sementes com qualidade superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elesandro Bornhofen, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, PR, Brasil.

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2013) agregando a este, formação técnica em agropecuária pela instituição CEEP Sudoeste-PR (2008). Durante a graduação, foi bolsista de iniciação científica (PIBIC) e tecnológica (PIBIT) por dois anos cada, desenvolvendo e executando projetos nas áreas de fitotecnia e melhoramento genético. Atualmente é mestrando do Programa de Pós Graduação em Agronomia - PPGAG da UTFPR (Área de Concentração: Produção Vegetal). Possui experiência em fitotecnia com ênfase nas áreas de genética e melhoramento de plantas, genética quantitativa, estatística experimental e manejo de culturas de lavoura, com ênfase nas culturas da soja e do trigo.

Downloads

Publicado

04-03-2015

Como Citar

BORNHOFEN, E.; BENIN, G.; GALVAN, D.; FLORES, M. F. Épocas de semeadura e desempenho qualitativo de sementes de soja. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 1, p. 46–55, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/29143. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal