EFICIÊNCIA DOS CALDOS DE ENRIQUECIMENTO (LEB1 E LEB2) E DOS ÁGARES SELETIVOS (LPM E LSAB-CAN) NO ISOLAMENTO DE BACTÉRIAS DO GÊNERO Listeria EM CARNE BOVINA E ÁGUA RESIDUÁRIA DE LAVAGEM DE CARCAÇA

Autores

  • Albenones José de Mesquita UFG
  • Sebastião Timo Iaria UFG
  • Iolanda Aparecida Nunes UFG

Palavras-chave:

Caldo de enriquecimento, ágar seletivo, Listeria

Resumo

No presente trabalho verificou-se a eficiência dos caldos de enriquecimento para Listeria (LEB1 e LEB 2) associados à passagem da cultura por uma solução de hidróxido de potássio a 0,25%, constatando-se que o caldo de enriquecimento secundário (LEB2 e LEB2KOH) foi superior ao caldo de enriquecimento primário (LEB1KOH). Por outro lado, o ágar cloreto de lítio-feniletanol-moxalactam (LPM) e o ágar base seletivo para Listeria, suplementado com cicloheximida, acriflavina e ácido nalidíxico (LSAB-CAN) equivaleram-se estatisticamente (p= 0,l442) em relação ao número de amostras positivas para Listeria, embora o ágar LSAB-CAN tenha proporcionado um maior número de isolamentos da bactéria.

PALAVRAS-CHAVE: Caldo de enriquecimento; ágar seletivo; Listeria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-12-2007

Como Citar

MESQUITA, A. J. de; IARIA, S. T.; NUNES, I. A. EFICIÊNCIA DOS CALDOS DE ENRIQUECIMENTO (LEB1 E LEB2) E DOS ÁGARES SELETIVOS (LPM E LSAB-CAN) NO ISOLAMENTO DE BACTÉRIAS DO GÊNERO Listeria EM CARNE BOVINA E ÁGUA RESIDUÁRIA DE LAVAGEM DE CARCAÇA. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 25, n. 2, p. 27–35, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2897. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigo Científico