CONSERVAÇÃO DE SEMENTES DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) EM FUNÇÃO DO BENEFICIAMENTO, EMBALAGEM E AMBIENTE DE ARMAZENAMENTO

Autores

  • Gilvaneide Alves de Azeredo
  • Riselane de Lucena Alcântara Bruno
  • Kilson Pinheiro Lopes
  • Acilon da Silva
  • Edênia Diniz
  • Antonio Alves de Lima

Palavras-chave:

Conservação, embalagem, vigor

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o vigor de sementes de amendoim (Arachis hypogaea L.), cultivar BR-1. O experimento foi conduzido em laboratório de análise de sementes e em casa de vegetação, em Areia-PB, Brasil, no período de agosto/ 1998 a setembro/1999. Os tratamentos utilizados foram sementes de amendoim armazenadas dentro e fora dos frutos, em duas embalagens (papel e metálica), quatro períodos (3, 6, 9 e 12 meses) e duas condições de armazenamento (ambiente não controlado e câmara seca, 65% UR e 20°C). Foram avaliadas as características de umidade e de vigor através do teste de condutividade elétrica (laboratório), percentagem e índice de velocidade de emergência de plântulas em casa de vegetação. Conclui- se que sementes armazenadas dentro dos frutos em ambiente de câmara seca apresentaram vigor elevado ao longo do armazenamento, independentemente da embalagem; sementes de amendoim extraídas dos frutos, acondicionadas na embalagem metálica e mantidas em ambiente não controlado, perderam acentuadamente o vigor após seis meses de armazenamento.

PALAVRAS-CHAVE: Conservação; embalagem; vigor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilvaneide Alves de Azeredo

Universidade Federal do Tocantins, Campus de Araguaína-TO E-mail: azeredogil@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

06-11-2007

Como Citar

AZEREDO, G. A. de; BRUNO, R. de L. A.; LOPES, K. P.; SILVA, A. da; DINIZ, E.; LIMA, A. A. de. CONSERVAÇÃO DE SEMENTES DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) EM FUNÇÃO DO BENEFICIAMENTO, EMBALAGEM E AMBIENTE DE ARMAZENAMENTO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 35, n. 1, p. 37–44, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2284. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico