Germinação e vigor de sementes de gabiroba em função do tamanho do fruto e semente

Autores

  • Daiane Mugnol Dresch Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Silvana de Paula Quintão Scalon Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Tathiana Elisa Masetto Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Maria do Carmo Vieira Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Palavras-chave:

Campomanesia adamantium (Cambess.) O. Berg (Myrtaceae), caracterização biométrica de frutos, dimensões de sementes.

Resumo

O conhecimento dos aspectos biométricos de frutos e sementes e a sua influência na germinação são importantes para a produção e características de espécies nativas. Este trabalho objetivou avaliar a influência do tamanho do fruto e da semente na germinação e vigor de sementes de gabiroba (Campomanesia adamantium). Para a caracterização biométrica, foram selecionados, aleatoriamente, 120 frutos, divididos, visualmente, em quatro classes, com predominância de tamanho, nas quais foram avaliados o diâmetro longitudinal e transversal e a massa das sementes. A caracterização da semente foi realizada em 30 frutos de cada classe, por meio da determinação do número de sementes íntegras, vazias e total de cada fruto. O potencial fisiológico das sementes, em função do tamanho dos frutos, foi analisado por meio dos seguintes testes: curva de embebição, grau de umidade, percentagem e índice de velocidade de germinação, comprimento de plântulas, massa fresca e massa seca total de plântulas. O delineamento foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos. Os frutos foram classificados de acordo com o diâmetro longitudinal e transversal, respectivamente, como pequeno (12,71 mm; 12,46 mm), médio pequeno (15,38 mm; 15,01 mm), médio grande (18,84 mm; 18,02 mm) e grande (22,74 mm; 22,36 mm). As classes de frutos pequeno, médio pequeno e médio grande apresentaram sementes com maior percentagem e velocidade de germinação, enquanto frutos classificados como grandes proporcionaram plântulas com maior acúmulo de biomassa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-09-2013

Como Citar

DRESCH, D. M.; SCALON, S. de P. Q.; MASETTO, T. E.; VIEIRA, M. do C. Germinação e vigor de sementes de gabiroba em função do tamanho do fruto e semente. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 3, p. 262–271, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/22087. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal