MOTIVAÇÃO À PRÁTICA REGULAR DE ATIVIDADES FÍSICAS: UM ESTUDO COM PRATICANTES DE TAEKWONDO

Autores

  • Lisiane Borges Rocha Sampedro Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Juliana Moraes Rocha Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Roberto Tierling Klering Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ricardo Pedrozo Saldanha Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Marcos Alencar Abaide Balbinotti Université du Québec à Trois-Rivières, Canadá
  • Carlos Adelar Abaide Balbinotti Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v17i1.17335

Palavras-chave:

Dimensões Motivacionais, Atividade Física, Taekwondo.

Resumo

O objetivo desse estudo é investigar, dentre as principais dimensões motivacionais (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer), o que mais motiva à prática regular do Taekwondo. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e/ou Esportivas – IMPRAFE-54 (BALBINOTTI; BARBOSA, 2006). A amostra foi composta por 50 praticantes de Taekwondo da faixa etária de 12 a 51 anos, de ambos os sexos. Entre os resultados observou-se que a dimensões motivacionais Saúde e Prazer estatisticamente indissociáveis (p<0,05) são as que mais motivam os praticantes de Taekwondo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lisiane Borges Rocha Sampedro, Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Núcleo de Pesquisa em Pedagogia e Psicologia do Esporte - Esef(UFRGS)

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4426585H3

Downloads

Publicado

2014-03-10

Como Citar

BORGES ROCHA SAMPEDRO, L.; MORAES ROCHA, J.; TIERLING KLERING, R.; PEDROZO SALDANHA, R.; ALENCAR ABAIDE BALBINOTTI, M.; ADELAR ABAIDE BALBINOTTI, C. MOTIVAÇÃO À PRÁTICA REGULAR DE ATIVIDADES FÍSICAS: UM ESTUDO COM PRATICANTES DE TAEKWONDO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 1, 2014. DOI: 10.5216/rpp.v17i1.17335. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/17335. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais