A VIDA ECONÔMICA E SOCIAL NA ALTA IDADE MEDIA ITALIANA E A CONSTITUIÇÃO DO GÊNERO REPRESENTATIVO DOS CICLOS DOS MESES NOS REINOS LONGOBARDOS E FRANCOS

Autores

  • Giulia Crippa Professora de História Social da Universidade de São Paulo/Campus de Ribeirão Preto.

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v11i1.9138

Resumo

Através de uma reconstituição da paisagem da Alta Idade Média e da intervenção humana em sua colonização, este artigo procura entender as formas e as funções da produção relativa às representações sazonais, tanto em suas expressões literárias como em suas metamorfoses iconográficas. O estudo enfoca, principalmente, as áreas da Itália longobarda e bizantina, através de um levantamento dos inventários monásticos. Em um segundo momento, procura-se ampliar a abrangência do fenômeno para outras áreas européias. Percebe-se uma relação estreita entre a progressão de uma economia ligada principalmente ao bosque para um desenvolvimento das áreas de cultivo como elemento fundamental para individualizar a configuração dos elementos constitutivos das representações calendariais.

PALAVRAS-CHAVE: Calendários, economia alto medieval, iconografia medieval

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-03-23

Como Citar

CRIPPA, G. A VIDA ECONÔMICA E SOCIAL NA ALTA IDADE MEDIA ITALIANA E A CONSTITUIÇÃO DO GÊNERO REPRESENTATIVO DOS CICLOS DOS MESES NOS REINOS LONGOBARDOS E FRANCOS. História Revista, Goiânia, v. 11, n. 1, 2010. DOI: 10.5216/hr.v11i1.9138. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/9138. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos