Maria Clayde Teixeira Barroso e a profissionalização da enfermagem no nordeste brasileiro (1937-1978)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v28i1.75229

Palavras-chave:

História da Enfermagem, SESP, História das Mulheres

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar parte da trajetória profissional de Maria Clayde Teixeira Barroso, vinculando-a ao processo de institucionalização da Enfermagem no Nordeste brasileiro. São utilizados como fontes relatórios da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP), sua ficha de admissão na EEUSP, o cartão de bolsista na Fundação Rockefeller, e uma entrevista. Utiliza-se, como metodologia, o paradigma indiciário proposto por Carlo Ginzburg (1989). A análise do percurso realizado por Maria Clayde revela aspectos gerais da constituição da enfermagem no país, com ênfase na trajetória de bolsistas do Serviço Especial de Saúde Pública, mas também as especificidades do indivíduo. Visibiliza-se uma mulher ainda não estudada na historiografia, ao mesmo tempo em que revela seus anseios e suas aspirações profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo dos Santos Batista, Universidade do Estado da Bahia

Doutor em História pela Universidade Federal da Bahia.

Luiz Otávio Ferreira, Casa de Oswaldo Cruz/ Universidade Estadual do Rio de Janeiro

 Docente no Departamento de Ciências Sociais e Educação da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo.

Referências

BARREIRA, Ieda de Alencar. Transformações da prática da enfermagem nos anos 30, Revista Brasileira de Enfermagem, v. 52, n. 1, p. 129-143, 1999.

BATISTA, Ricardo dos Santos. Bolsistas da Fundação Rockefeller e a internacionalização da saúde brasileira: viagens de médicos da Faculdade de Medicina da Bahia aos Estados Unidos (1920-1925). In: BATISTA, Ricardo dos Santos; SOUZA, Christiane Maria Cruz de; SILVA, Maria Elisa Lemos Nunes da (Orgs.). Quando a história encontra a saúde. São Paulo: Hucitec, 2020.

CAMPOS, André Luiz Vieira de. Cooperação internacional em saúde: o serviço especial de saúde pública e seu programa de Enfermagem. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 13, n. 3, p. 897-88, 2008.

CAMPOS, André Luiz Vieira de. O Serviço Especial de Saúde Pública: políticas internacionais e respostas locais. História em Revista, Pelotas, v. 11, p. 37-61, dez. 2005.

CAMPOS, André Luiz Vieira de. Políticas internacionais de saúde na Era Vargas: o Serviço Especial de Saúde Pública, 1942-1960. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2006.

CAMPOS, Paulo Fernando de Souza; OGUISSO, Taka. Enfermagem no Brasil. São Caetano do Sul: Yendis, 2013.

CARLOS, Djanilson José Delgado et al. Escolas de enfermeiras no nordeste brasileiro (1943-1975). Rev Rene. Fortaleza, v. 15, n. 2, p. 326-333, mar.-abr. 2014.

CENTRO HISTÓRICO CULTURAL da Enfermagem Ibero Americana. Relação de Bolsistas SESP, ano 1947. Escola de Enfermagem da USP.

ESCOLA DE ENFERMAGEM da Universidade de São Paulo. Ficha de atividades práticas de Maria Clayde Barroso de Oliveira, s.d.

EXPERIÊNCIA PRÁTICA em enfermagem para uma escola de enfermagem (1944). Fundo FSESP. Centro de Documentação da Casa de Oswaldo Cruz. BR/Fiocruz/COC/FSESP/AMS/00/US/00/100.

FARLEY, John. To cast out disease: a history of the International Health Division of the Rockefeller Foundation (1915-1951). Oxford: Oxford University Press, 2004.

FEE, Elizabeth. Disease and Discovery: a History of the Johns Hopkins School of Hygiene and Public Health, 1916-1939. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 2016.

FELLOWSHIP Card. Maria Clayde Teixeira Barroso de Oliveira. Rockefeller Archive Center.

FERREIRA, Luiz Otávio. As guardiãs da saúde: representações e características socioculturais de enfermeiras domésticas do Rio de Janeiro, 1880-1910. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 12, p. 1-7, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/75177. Acesso em: 8 fev. 2023.

FOLHA DE ASMISSÃO de Maria Clayde Teixeira Barroso. Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 4 de janeiro de 1944.

FSESP. Dossiê 15. Centro de Documentação da Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz, Rio de Janeiro. BR. FIOCRUZ – COC/ FSESP/MAS/00/US/00/15.

GINZBURG, Carlo. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo Cia. das Letras, 1989.

GUANAIS DOURADO, H. Entrevista realizada por Therezinha Vieira em 8 de setembro de 1993. Museu Haydeé Guanais Dourado da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. NUMEE.DG.258_F1-F13.

MARINHO, Maria Gabriela Silva Martins da Cunha. Elites em negociação: breve história dos acordos entre a Fundação Rockefeller e a Faculdade de Medicina de São Paulo (1916-1931). In: MARINHO, Maria Gabriela Silva Martins da Cunha; MOTA, André (Orgs.). Caminhos e trajetos da filantropia científica em São Paulo. São Paulo: USP/UFABC/CD.G de Soluções Editora, 2013.

MEDEIROS, Helloana Rafaela Oliveira de. Poder local versus política local: a câmara de vereadores de Itapipoca (1824-2012). Dissertação (Mestrado em Sociologia), Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.

NOBREGA-THERRIEN, Silvia Maria; ALMEIDA, Maria Irismar de; SILVA, Marcelo Gurgel Carlos da. Ensino de enfermagem do Ceará de 1942-1956: a memória que projeta o futuro. Revista Brasileira de Enfermagem. v. 61, n. 1, fev. 2008.

PADILHA, Maria Itayra et al. Escolas de enfermeiras no nordeste brasileiro (1943-1975). Rev Rene, v. 15, n. 2, p. 326-333, 2014.

PAIM, Lygia. A formação de enfermeiros no Brasil na década de 70. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 54, p. 185-196, 2001.

PASSOS, Elizete. De anjos a mulheres: ideologias e valores na formação de enfermeiras. Salvador: Edufba, 2012.

ROCKEFELLER Archive Center. RF records, Projects, SG1.1, Series 300-833, Canada, Nursing Subseries 427.

SANTOS, Tânia Cristina Franco et al. Participação americana na formação de um modelo de enfermeira na sociedade brasileira na década de 1920. Rev. esc. enferm. USP, v. 45, n. 4, ago. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reeusp/a/ZQ8RwDW8bYJ6dCFMxqLZvwg/?lang=pt. Acesso em: 8 fev. 2023.

SCHMIDT, Benito Bisso. Em busca da terra da promissão: a história de dois líderes socialistas. Porto Alegre: Palmarinca, 2004.

TOTA, Antônio Pedro. O imperialismo sedutor: a americanização do Brasil na época da Segunda Guerra. São Paulo, 2020.

Downloads

Publicado

2023-12-22

Como Citar

BATISTA, R. dos S.; FERREIRA, L. O. Maria Clayde Teixeira Barroso e a profissionalização da enfermagem no nordeste brasileiro (1937-1978). História Revista, Goiânia, v. 28, n. 1, p. 178–194, 2023. DOI: 10.5216/hr.v28i1.75229. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/75229. Acesso em: 27 maio. 2024.