San Xoán de Vilanova e a questão lombardista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v26i1.66912

Resumo

A igreja de São João de Vilanova (Minho, A Corunha, Galiza) se destaca no conjunto do patrimônio românico do noroeste da Península Ibérica, ao ser uma das poucas mostras na região de uma arquitetura que emprega uma linguagem construtiva em relação à tradição lombardista. Com o presente trabalho se estuda esta problemática questão historiográfica e se analisa o templo em relação ao seu contexto monumental, com o objetivo de poder estabelecer quais são os modelos e quem foram os atores que puderam propiciar o aparecimento de formas a priori alheias à tradição construtiva dos reinos hispânicos ocidentais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Javier Castiñeiras López, Centro Ramón Piñeiro para a Investigación en Humanidades

Doctor en História por la Universidade de Santiago de Compostela. Profesor Departamento de Patrimonio Artístico y Documental, Universidad de León, León, España.

Downloads

Publicado

24-06-2021

Como Citar

López, J. C. . (2021). San Xoán de Vilanova e a questão lombardista. História Revista, 26(1), 110–127. https://doi.org/10.5216/hr.v26i1.66912