O verdadeiro Machado De Assis? o confronto crítico de Abel Barros Baptista

Autores

  • Marcelo Brice Assis Noronha Universidade Federal do Tocantins/UFT

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v24i3.61473

Resumo

O presente artigo traz um balanço empreendido por Abel Barros Baptista dos suportes que a crítica machadiana arregimentou para consolidar uma leitura, principalmente em embate com a interpretação de Roberto Schwarz. Tentaremos destacar os apelos ficcionais que o crítico mobiliza, com a presença de um Machado de Assis fortemente calcado na verdade que o texto propõe. Disso sairá um Machado de Assis mais clean e embaralhado, talvez, num diálogo que destaca aspectos mais universalistas da obra machadiana, e em confronto direto como uma tradição, dita localista.

Palavras chave: Machado de Assis, Abel Barros Baptista, paradigma do pé atrás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-01

Como Citar

NORONHA, M. B. A. O verdadeiro Machado De Assis? o confronto crítico de Abel Barros Baptista . História Revista, Goiânia, v. 24, n. 3, p. 68–86, 2020. DOI: 10.5216/hr.v24i3.61473. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/61473. Acesso em: 26 jun. 2022.