REVISITANDO OS CAMINHOS HISTORIOGRÁFICOS DE LUÍS PALACÍN

Autores

  • Rogério Chaves da Silva Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás.

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v13i1.5425

Resumo

Neste trabalho, busco refletir sobre a trajetória historiográfica de Luis Palacín no Estado de Goiás. Especialista em História Moderna, com conhecimentos acumulados em Teoria da História, Filosofia e Teologia, Luis Palacín acabou não se filiando, do ponto de vista teórico, a qualquer corrente, e sim, apropriando-se de diferentes referenciais teóricos, conforme o momento histórico de suas pesquisas: de um início de carreira (anos 1970), marcado por trabalhos de cunho sócio-econômico, sob a influência da escola francesa dos Annales, foi um historiador, nos anos 80, interessado pelos fenômenos ocorridos no campo da cultura, com análises ancoradas em conceitos absorvidos da sociologia do conhecimento de Karl Mannheim e do marxismo de Lucien Goldman.

 

PALAVRAS-CHAVE: Teoria da história, historiografia, Luis Palacín.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Chaves da Silva, Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás.

 

Downloads

Publicado

2009-01-16

Como Citar

SILVA, R. C. da. REVISITANDO OS CAMINHOS HISTORIOGRÁFICOS DE LUÍS PALACÍN. História Revista, Goiânia, v. 13, n. 1, 2009. DOI: 10.5216/hr.v13i1.5425. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/5425. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos