Coleções, traduções e intelectuais: Oliveira Vianna e o intercâmbio cultural entre escritores brasileiros e argentinos nas décadas de 1930 E 1940

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v22i3.47660

Palavras-chave:

Literatura, Intelectuais, Intercâmbio.

Resumo

Esse artigo discutirá a organização de parte da “sociedade de indivíduos” reunida em torno da ABL nas décadas de 1930 e 1940 e o intercâmbio cultural entre escritores brasileiros e argentinos nesses anos. Para analisar esse intercâmbio, lançaremos mão da versão em espanhol do livro Evolução do povo brasileiro, de Oliveira Vianna, publicada pelo governo argentino em 1937. Também discutiremos as nuances da criação da “Coleção Brasileira de Autores Argentinos” e da “Biblioteca de Autores Brasileños” e como essas coleções possibilitaram a aproximação entre intelectuais dos dois países. Nesse sentido, apresentaremos ao leitor como se estabeleceram as tentativas de aproximações entre escritores brasileiros ligados à ABL – especificamente Oliveira Vianna – e parte da intelectualidade argentina; daí nossa tentativa de mapear parte da “sociedade de indivíduos” que compôs o campo literário desses dois países.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Seabra Coelho, Universidade Federal do Tocantins

Professor Doutor da Graduação Em Licenciatura em Educação do Campo - Habilitação em Artes Visuais e Música. Colabora com o Curso de Pedagogia da UFT-Campus Arraias-UFT

Downloads

Publicado

2018-09-20

Como Citar

COELHO, L. S. Coleções, traduções e intelectuais: Oliveira Vianna e o intercâmbio cultural entre escritores brasileiros e argentinos nas décadas de 1930 E 1940. História Revista, Goiânia, v. 22, n. 3, p. 124–144, 2018. DOI: 10.5216/hr.v22i3.47660. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/47660. Acesso em: 4 jul. 2022.