MELINDROSAS EM REVISTA: GÊNERO E SOCIABILIDADES DO INÍCIO DO SÉCULO XX (RECIFE, 1919-1929)

Autores

  • Alcileide Cabral do Nascimento Professora doutora em História da UFRPE
  • Alexandre Vieira da Silva Melo UFRPE

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v19i3.33409

Palavras-chave:

Melindrosa, Sociabilidades, Relações de Gênero.

Resumo

Este artigo objetiva investigar a construção de novas formas de sociabilidades, práticas e a ressignificação do corpo feminino nos primeiros anos do Brasil República, na cidade do Recife, na década de 1920. Do ponto de vista teórico, este trabalho dialoga e se apoia nas reflexões de Joan Scott sobre o conceito de gênero e de Roger Chartier de representação. Por meio da análise de revistas publicadas na época, identificamos o quanto a melindrosa incomodava a sociedade, em um período marcado pelo fortalecimento da família nuclear burguesa e declínio da família patriarcal. As representações publicadas na imprensa maximizavam as características de um “novo padrão” adotado por mulheres e homens, na figura do almofadinha, adeptos da vida moderna. Em Recife e em outras regiões do país, o corpo se ressignificava inclusive nas noções de masculinidade e feminilidade. Ademais, o período em evidência ficou conhecido exatamente pelas modificações no que concerne às práticas sociais, e pelo advento da personagem em questão, que rompia com vários padrões da vida social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcileide Cabral do Nascimento, Professora doutora em História da UFRPE

Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco (2006) e Pós-Doutora pela Unicamp-SP (2011). Professora doutora em História da UFRPE

Alexandre Vieira da Silva Melo, UFRPE

Mestrando do programa de pós-graduação em História Social da Cultura da UFRPE. Pesquisa financiada pelo Capes. O autor e a autora integram os Grupos de Estudos NUPEGE e GEHISC, filiados ao CNPq.

Downloads

Publicado

2016-01-14

Como Citar

NASCIMENTO, A. C. do; MELO, A. V. da S. MELINDROSAS EM REVISTA: GÊNERO E SOCIABILIDADES DO INÍCIO DO SÉCULO XX (RECIFE, 1919-1929). História Revista, Goiânia, v. 19, n. 3, p. 11–32, 2016. DOI: 10.5216/hr.v19i3.33409. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/33409. Acesso em: 27 jun. 2022.