O século 18 em Goiás e a cosmovisão barroca

Autores

  • Marcos André Torres de Souza Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v20i2.33053

Palavras-chave:

Goiás, século 18, barroco.

Resumo

Este texto procura demonstrar que a experiência humana em Goiás do século 18 estava impregnada da visão de mundo barroca. Nessa discussão, são examinados dois personagens que viveram na região entre os séculos 18 e 19, e suas propriedades: Francisco Xavier Leite de Velasco e o Engenho de Santo Izidro, e Joaquim Alves de Oliveira e o Engenho de São Joaquim. Na minha análise, faço o uso combinado de fontes documentais e materiais, essas últimas provenientes de pesquisas arqueológicas realizadas nos dois engenhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos André Torres de Souza, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorado em Antropologia pela Universidade de Syracuse, EUA (2010) e pós-doutorado pelo Museu Nacional / UFRJ (2012). Professor adjunto no Departamento de Sociologia e Antropologia da Universidade Federal de Minas Gerais

Downloads

Publicado

2015-10-24

Como Citar

SOUZA, M. A. T. de. O século 18 em Goiás e a cosmovisão barroca. História Revista, Goiânia, v. 20, n. 2, p. 140–174, 2015. DOI: 10.5216/hr.v20i2.33053. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/33053. Acesso em: 2 jul. 2022.