ESCRITA E CONVERSÃO NA ÁFRICA CENTRAL DO SÉCULO XVII: O CATECISMO KIKONGO DE 1624. - doi: 10.5216/hr.v18i1.29843

Autores

  • José Rivair Macedo

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v18i1.29843

Palavras-chave:

Conversão, catecismo kikongo, África, século XVII.

Resumo

Desde os séculos XIII-XIV, momento em que ocorreu o primeiro movimento missionário de conversão dos povos pagãos no Oriente, uma das condições para a evangelização era o conhecimento das línguas dos povos não cristãos. Nos tempos modernos, um grande esforço foi dedicado ao aprendizado de línguas nativas das Índias Orientais, do Novo Mundo e da África, com sua respectiva literalização e aplicação na obra catequética pelos padres da Companhia de Jesus. Pretende-se enfatizar este último aspecto a partir do estudo introdutório do catecismo dialogado denominado Doutrina Christã, escrito em 1566 pelo Pe. Marcos Jorge, na Europa, e adaptado para a língua Kikongo durante o trabalho de evangelização dos povos do antigo reino do Congo ao longo do século XVII.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-05-15

Como Citar

MACEDO, J. R. ESCRITA E CONVERSÃO NA ÁFRICA CENTRAL DO SÉCULO XVII: O CATECISMO KIKONGO DE 1624. - doi: 10.5216/hr.v18i1.29843. História Revista, Goiânia, v. 18, n. 1, 2014. DOI: 10.5216/hr.v18i1.29843. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/29843. Acesso em: 30 jun. 2022.