Diálogos entre o Velho e o Novo Mundo: Robson Crusoe e Sexta-Feira*

Autores

  • Maria Ligia Coelho Prado USP/SP

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v15i1.10823

Palavras-chave:

Crusoe, Sexta-feira, Defoe, civilização, barbárie

Resumo

Em 1719, o romance de Daniel Defoe, Vida e Aventuras de Robinson
Crusoe, teve inúmeras edições e se transformou em grande sucesso editorial. Com
o passar do tempo, as edições foram sendo modificadas, assim como as construções
imagéticas dos personagens principais, Robinson Crusoe e Sexta-feira. Este artigo
pretende colocar em debate tais interpretações, considerando que a narrativa de
Defoe e suas incontáveis apropriações evocam uma relação naturalizada entre
colonizador e colonizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ligia Coelho Prado, USP/SP


Downloads

Publicado

2010-08-10

Como Citar

PRADO, M. L. C. Diálogos entre o Velho e o Novo Mundo: Robson Crusoe e Sexta-Feira*. História Revista, Goiânia, v. 15, n. 1, 2010. DOI: 10.5216/hr.v15i1.10823. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/10823. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê