A vivência dos trabalhadores de um CAPS diante da nova organização do trabalho em equipe

Autores

  • Carmen Lúcia Alvez Filizola Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Enfermagem
  • Débora Brechesi Milioni Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Enfermagem
  • Sofia Cristina Iost Pavarini Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10i2.8061

Palavras-chave:

Serviços de saúde mental, Equipe de assistência ao paciente, Desinstitucionalização.

Resumo

O CAPS - Centro de Atenção Psicossocial, serviço substitutivo ao manicômio, propõe um novo arranjo organizacional. O objetivo desta pesquisa foi analisar a vivência dos trabalhadores do CAPS de São Carlos - SP diante da nova organização do trabalho em equipe em saúde mental. Trata-se de estudo qualitativo realizado através de observação de campo e entrevistas. A observação revelou que o trabalho vem ao encontro da proposta de trabalho interdisciplinar na saúde mental. Da análise das entrevistas com 17 trabalhadores apreendemos três grandes categorias: 1. Considerando a experiência de trabalho em equipe como um processo, identificando pontos positivos, conflitos e dificuldades; 2. Reconhecendo a diferença do trabalho no CAPS em relação aos trabalhos anteriores; 3. Vivenciando dificuldades no início, adaptando-se e aprendendo a gostar. Ressaltamos a importância da nova organização do trabalho que possibilita maior vínculo com os usuários gerando satisfação no trabalho, autonomia e aprendizagem. Há necessidade de mudanças nas condições de trabalho com implementação efetiva de políticas públicas voltadas para a desprecarização do trabalho em saúde.

Palavras chave: Serviços de saúde mental; Equipe de assistência ao paciente; Desinstitucionalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05/11/2009

Como Citar

1.
Filizola CLA, Milioni DB, Pavarini SCI. A vivência dos trabalhadores de um CAPS diante da nova organização do trabalho em equipe. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 5º de novembro de 2009 [citado 28º de maio de 2022];10(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/8061

Edição

Seção

Artigo Original