O significado de humanização da assistência para enfermeiros que atuam em UTI

Autores

  • Dalva Magali Benine Salicio Secretaria Estadual de Saúde do Mato Grosso
  • Maria Aparecida Munhoz Gaiva Universidade Federal do mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i3.7076

Palavras-chave:

Humanização da assistência, Cuidados intensivos, Qualidade da assistência à saúde, Prestação de cuidados de saúde.

Resumo

Trata-se de um estudo descritivo numa perspectiva qualitativa, com o objetivo compreender o significado da humanização da assistência para um grupo de oito (8) enfermeiros que atuam em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade de Cuiabá-MT. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas, no período de julho a agosto de 2005, orientadas pelas seguintes questões: Como você vê a questão da humanização? Como esta a humanização em sua UTI? A análise pautou-se na técnica de análise temática e foi realizada a partir da identificação de três núcleos temáticos: o trabalho da enfermagem em UTI; o significado da humanização e a realidade da humanização nas UTIs estudadas. Apesar dos enfermeiros reconhecerem a importância de se prestar uma assistência integral, ainda convivem em seu cotidiano de trabalho com inúmeras dificuldades para efetivar uma assistência humanizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01/09/2009

Como Citar

1.
Salicio DMB, Gaiva MAM. O significado de humanização da assistência para enfermeiros que atuam em UTI. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de setembro de 2009 [citado 25º de maio de 2022];8(3). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7076

Edição

Seção

Artigo Original