Jogo educativo como estratégia de educação em saúde para adolescentes na prevenção às DST/AIDS

Autores

  • Stella Maia Barbosa Universidade Federal do Ceará
  • Fernanda Lima Aragão Dias Universidade Federal do Ceará
  • Ana Karina Bezerra Pinheiro Universidade Federal do Ceará
  • Patrícia Neyva da Costa Pinheiro Universidade Federal do Ceará
  • Neiva Francenely Cunha Vieira Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v12i2.6710

Palavras-chave:

Doenças Sexualmente Transmissíveis, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Adolescente, Tecnologia Educacional, Enfermagem.

Resumo

Este artigo aborda a prevenção de DST/AIDS e objetiva relatar o uso de jogos educativos como estratégia de educação em saúde para adolescentes. Estudo exploratório descritivo desenvolvido em uma escola pública de Fortaleza-CE, em junho de 2009, com 85 adolescentes. Utilizou-se para a aplicação do jogo educativo, a observação participante, o protocolo observacional, o pré e o pós-teste. O resultado do pré-teste demonstrou o desconhecimento da maioria dos adolescentes sobre os cuidados que se deve ter com o preservativo. Após a realização do jogo e do pós-teste, constatou-se a eficácia da atividade educativa participativa, porquanto os dados demonstram que a maioria dos alunos assimilou as questões debatidas pelo grupo durante o jogo. O uso do jogo educativo foi uma experiência exitosa por ter favorecido a execução do processo educativo mediante a união entre informação, discussão, reflexão, interação e participação grupal, em que os adolescentes puderam esclarecer suas dúvidas, preencher lacunas do conhecimento em relação a questões como sexualidade e prevenção de DST e AIDS e interagir consigo próprios de maneira descontraída, facilitando a participação de todos na aprendizagem.

Descritores: Doenças Sexualmente Transmissíveis; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Adolescente; Tecnologia Educacional; Enfermagem.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stella Maia Barbosa, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, bolsista FUNCAP. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.

Fernanda Lima Aragão Dias, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, bolsista FUNCAP. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.

Ana Karina Bezerra Pinheiro, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.

Patrícia Neyva da Costa Pinheiro, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.

Neiva Francenely Cunha Vieira, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, PhD em Educação em Saúde. Professora Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.

Downloads

Publicado

05/07/2010

Como Citar

1.
Barbosa SM, Dias FLA, Pinheiro AKB, Pinheiro PN da C, Vieira NFC. Jogo educativo como estratégia de educação em saúde para adolescentes na prevenção às DST/AIDS. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 5º de julho de 2010 [citado 28º de maio de 2022];12(2):337-41. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/6710

Edição

Seção

Artigo Original