Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de higiene e limpeza de um hospital universitário público

Autores

  • Larissa Gutierrez da Silva Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá
  • Maria do Carmo Lourenço Haddad Universidade Estadual de Londrina
  • Rita de Cássia Domansky Universidade Estadual de Londrina
  • Dagmar Willamowius Vituri Hospital Universitário de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v12i1.5788

Palavras-chave:

Avaliação da Capacidade de Trabalho, Serviço de Limpeza, Envelhecimento, Saúde do Trabalhador, Enfermagem do Trabalho.

Resumo

A capacidade para o trabalho é a base do bem-estar para o ser humano e a sua manutenção envolve condições de saúde e trabalho adequadas. Com o objetivo de verificar a capacidade para o trabalho entre trabalhadores de higiene e limpeza, realizou-se uma pesquisa quantitativa, do tipo descritivo-exploratória, em um hospital universitário público do norte paranaense, de março a junho de 2008, por meio da aplicação de um questionário constituído por dados sócio-demográficos e ocupacionais, e pelo Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). Os dados foram analisados pelo programa Epi Info 2002. A população foi composta por 98 trabalhadores, sendo que 82,4% possuem mais de 41 anos e 96,9% são mulheres. Quanto à avaliação da capacidade para o trabalho, 45,9% dos entrevistados obtiveram um ICT bom, 23,5% ótimo, 22,4% moderado e 8,2% baixo, com escore mínimo de 16 e máximo de 49. As doenças músculo esqueléticas foram as mais referidas pelos entrevistados. Os fatores relacionados à capacidade para o trabalho são múltiplos, assim, as ações para a prevenção e recuperação desta capacidade devem ser discutidas e conciliadas entre empregados e empregadores, garantindo um espaço para contextualização e reflexão acerca do processo de trabalho.

Descritores: Avaliação da Capacidade de Trabalho; Serviço de Limpeza; Envelhecimento; Saúde do Trabalhador; Enfermagem do Trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Gutierrez da Silva, Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Enfermagem (PSE) da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Maringá, PR.

Maria do Carmo Lourenço Haddad, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem da UEL. Londrina, PR.

Rita de Cássia Domansky, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Chefe da Divisão de Assistência à Saúde da Comunidade da UEL. Londrina, PR.

Dagmar Willamowius Vituri, Hospital Universitário de Londrina

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Coordenadora da Assessoria de Controle de Qualidade da Assistência de Enfermagem do Hospital Universitário de Londrina. Londrina, PR.

Downloads

Publicado

09/04/2010

Como Citar

1.
da Silva LG, Haddad M do CL, Domansky R de C, Vituri DW. Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de higiene e limpeza de um hospital universitário público. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 9º de abril de 2010 [citado 25º de maio de 2022];12(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/5788

Edição

Seção

Artigo Original