Significado de viver saudável para jovens que integram um projeto de inclusão social

Autores

  • Dirce Stein Backes Centro Universitário Franciscano
  • Marli Stein Backes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Magda Santos Koerich Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria Aparecida Baggio Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jacira Nunes Carvalho Universidade Federal do Pará
  • Betina Schlindwein Meirelles Universidade Federal de Santa Catarina
  • Alacoque Lorenzini Erdmann Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11i4.5574

Palavras-chave:

Saúde do adolescente, Promoção da saúde, Educação em saúde, Enfermagem, Pesquisa em enfermagem

Resumo

Face à necessidade de desenvolver novos significados associados ao processo saúde-doença de indivíduos em situação de vulnerabilidade, o presente estudo teve por objetivo compreender o significado de viver saudável para jovens que integram um projeto de inclusão social. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com características de pesquisa-ação, realizada entre maio e dezembro de 2008. Os dados foram coletados por meio da confecção e apresentação de cartazes, pelos jovens, durante as oficinas educativas, com a seguinte temática: Significados de viver saudável; Conhecimento do corpo humano; Doenças sexualmente Transmissíveis; Sexualidade e Métodos anticoncepcionais. Os dados organizados e analisados por meio da análise temática evidenciaram que o viver saudável dos jovens é marcado pela busca de equilíbrio e harmonia entre o viver em uma situação de vulnerabilidade social e as oportunidades oferecidas. O viver saudável traduz-se, em parte, nas práticas de esporte, lazer, hábitos alimentares e no cultivo do bem-estar social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dirce Stein Backes, Centro Universitário Franciscano

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Centro Universitário Franciscano. Santa Maria, RS. E-mail: backesdirce@ig.com.br.

Marli Stein Backes, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Mestre em Enfermagem e Saúde. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem  da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC. E-mail: marli.backes@bol.com.br.

Magda Santos Koerich, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do PEN/UFSC. Professora Assistente 4 do Departamento de Patologia da UFSC. Florianopolis, SC. E-mail: mskoerich@ccs.ufsc.br.

Maria Aparecida Baggio, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do PEN/UFSC. Professora Substituta do Departamento de Enfermagem da UFSC. Bolsista do CNPq. Membro do GEPADES. Florianópolis, SC. E-mail: mariabaggio@yahoo.com.br.

Jacira Nunes Carvalho, Universidade Federal do Pará

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do PEN/UFSC. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Pará. Florianópolis, SC. E-mail: jacira@ufpa.br.

Betina Schlindwein Meirelles, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem e do PEN/UFSC. Florianópolis, SC. E-mail: betinahsm@ig.com.br.

Alacoque Lorenzini Erdmann, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Titular do Departamento de Enfermagem e do PEN/UFSC. Pesquisador 1A do CNPq. Coordenadora da Área da Enfermagem na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Florianópolis, SC. E-mail: alacoque@newste.com.br.

Downloads

Publicado

31/12/2009

Como Citar

1.
Backes DS, Backes MS, Koerich MS, Baggio MA, Carvalho JN, Meirelles BS, Erdmann AL. Significado de viver saudável para jovens que integram um projeto de inclusão social. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de dezembro de 2009 [citado 5º de julho de 2022];11(4):877-83. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/5574

Edição

Seção

Artigo Original