A experiência da enfermidade e o itinerário terapêutico vivenciado por uma pessoa com infarto

Autores

  • Fabiana Rodrigues Zequini Nabão Universidade Federal de Mato Grosso
  • Sônia Ayako Tao Maruyama Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11.46877

Palavras-chave:

Assistência integral a saúde, Dor, Infarto do miocárdio

Resumo

Este estudo tem por objetivo compreender a experiência da enfermidade e o itinerário terapêutico em relação à vivência da dor empreendida por uma pessoa com IAM evento sentinela da hipertensão, procedente do município de Marcelândia em Mato Grosso nos múltiplos sistemas de cuidado em saúde empreendido por ela na busca por atenção à sua saúde. O estudo foi sustentado nos conceitos de: Integralidade, experiência da enfermidade, itinerário terapêutico e história de vida focal. A História de Vida Focal foi operacionalizada pela entrevista em profundidade, na tentativa de apreender a experiência da dor vivida por Dona Florinda, em sua trajetória de adoecimento entre fevereiro e maio de 2007. A discussão e análise dos dados possibilitaram a compreensão de sua experiência no momento da dor, sendo marcado por componentes socioculturais que determinaram suas escolhas, inicialmente a busca por cuidado popular, depois, resistindo a entrada no setor profissional, busca pelo “farmacêutico”, este tendo a função de direcionar a sua passagem ao setor profissional, e como num processo ritual, então ela entra no sistema profissional de cuidados à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Rodrigues Zequini Nabão, Universidade Federal de Mato Grosso

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela FAEN/UFMT. Cuiabá-MT. E-mail: fazequini@yahoo.com.br

Sônia Ayako Tao Maruyama, Universidade Federal de Mato Grosso

Enfermeira. Doutora em Enfermagem, docente da FAEN/UFMT. Cuiabá-MT. E-mail:  soniayko@uol.com.br

Downloads

Publicado

01/06/2017

Como Citar

1.
Nabão FRZ, Maruyama SAT. A experiência da enfermidade e o itinerário terapêutico vivenciado por uma pessoa com infarto. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de junho de 2017 [citado 28º de maio de 2022];11(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46877

Edição

Seção

Artigo Original