O desperdício de materiais assistenciais percebido por graduandos de enfermagem

Magaly Cecília Franchini Reichert, Thaís Gomes Lozovoi, Maria D'Innocenzo

Resumo


O estudo teve como objetivo identificar a opinião dos graduandos de enfermagem sobre o desperdício de materiais assistenciais nas atividades práticas de ensino. Estudo exploratório, descritivo com abordagem quantitativa, cuja amostra foi composta por 186 graduandos que responderam a um instrumento com assertivas medidas pela escala de Likert. Mais da metade dos graduandos acreditaram que as instituições onde realizaram estágio têm desperdício de materiais; 76% dos graduandos da quarta série (p<0,001) reconheceram desperdiçar materiais durante os estágios e 89% da mesma série (p<0,001) atribuíram o desperdício à realização de um procedimento pela primeira vez. O estudo possibilitou a discussão do desperdício de materiais durante a graduação em enfermagem, alertando sobre a importância da gestão adequada desses recursos além da responsabilidade da enfermagem com o meio ambiente e práticas sustentáveis. Os achados indicam novas possibilidades para o desenvolvimento do tema e estratégias que podem ser testadas em futuros estudos.


Palavras-chave


Educação em Enfermagem; Recursos Materiais em Saúde; Controle de Custos

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5216/ree.v19.42243

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Logotipo do Ibict