A enfermagem no manejo da dor em unidades de atendimento de urgência e emergência

Autores

  • Paulo Eduardo Pires de Oliveira Hospital Anis Rassi
  • Lilian Varanda Pereira Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem
  • Nilde Resplandes Santos Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clínicas
  • Layz Alves Ferreira Souza Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clínicas

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v18.37309

Palavras-chave:

Enfermagem em Emergência, Dor, Manejo da Dor

Resumo

A enfermagem deve manejar a dor no atendimento em urgência e emergência, baseando-se em evidências científicas, mas isso parece apresentar obstáculos. Objetivou-se identificar e analisar as estratégias de manejo da dor e as barreiras para sua utilização entre as categorias profissionais da enfermagem nos serviços de urgência e emergência. Revisão integrativa, com buscas no LILACS, SciVerse Scopus, PUBMED e na literatura cinzenta do Google acadêmico. Foram selecionados 15 artigos publicados entre 2012 e 2015.  A enfermagem avaliou as características da dor por meio de anamnese e uso de instrumentos. As intervenções restringiram-se prioritariamente às farmacológicas, apontando a necessidade de associá-las às não farmacológicas. A monitorização da dor ainda é incipiente. Os profissionais necessitam avançar no uso de instrumentos válidos para avaliação, intervenção e monitoramento da dor, com o propósito de vencer as barreiras que profissionais, clientes e gerentes das unidades de urgência e emergência encontram para sistematizar o seu manejo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Eduardo Pires de Oliveira, Hospital Anis Rassi

Enfermeiro. Enfermeiro da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Anis Rassi. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: eduardopepo@hotmail.com.

Lilian Varanda Pereira, Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Adjunto da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: lilianvaranda7@gmail.com.

Nilde Resplandes Santos, Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clínicas

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Enfermeira do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: nildes_resplandes@hotmail.com.

Layz Alves Ferreira Souza, Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clínicas

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da UFG. Enfermeira da Clínica Cirúrgica do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: layzenf@gmail.com.

Publicado

30/06/2016

Como Citar

1.
Oliveira PEP de, Pereira LV, Santos NR, Souza LAF. A enfermagem no manejo da dor em unidades de atendimento de urgência e emergência. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de junho de 2016 [citado 15º de agosto de 2022];18. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/37309

Edição

Seção

Artigo de Revisão