Avaliação das ações de detecção de casos de tuberculose na atenção primária

Autores

  • Roxana Isabel Cardozo-Gonzales Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia
  • Pedro Fredemir Palha Professor do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera Pelotas. Professor temporário da Faculdade de Enfermagem da UFPel.
  • Jenifer Harter Universidade Federal do Pampa
  • Edith Alarcon TB-HIV Department Latin American Region
  • Lílian Moura de Lima Instituto Federal do Paraná
  • Jessica Oliveira Tomberg Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v17i4.32846

Palavras-chave:

Tuberculose, Avaliação de Serviços de Saúde, Saúde Pública

Resumo

Objetivou-se avaliar as ações de detecção de casos de tuberculose nos serviços de atenção primária à saúde de um município do Sul do Brasil. Estudo exploratório, quantitativo, com 76 enfermeiros. Utilizou-se a análise de correspondência múltipla para identificar as associações entre ações para detecção de casos (busca de sintomáticos respiratórios, educação em saúde, discussões sobre tuberculose com lideranças comunitárias) e as características dos serviços (com ou sem estratégia de saúde da família), usando o software Statistica 12. As unidades com estratégia de saúde da família apresentaram melhor resultado para detecção de casos ao associarem-se com a realização regular das ações, enquanto as unidades em que não há equipes de saúde da família a realização da detecção associou-se à infrequência das ações. Conclui-se que existem diferenças entre ambos os serviços em relação ao desempenho das ações de detecção de casos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roxana Isabel Cardozo-Gonzales, Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia

Enfermeira, Doutora em Enfermagem em Saúde Pública. Professor Adjunto da Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Pelotas, RS, Brasil. E-mail: rcardozogonzales@yahoo.com.

Pedro Fredemir Palha, Professor do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera Pelotas. Professor temporário da Faculdade de Enfermagem da UFPel.

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem em Saúde Pública. Professor Associado da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, RS, Brasil. E-mail: ppalha@eerp.usp.br.

Jenifer Harter, Universidade Federal do Pampa

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da UFPel. Professor Assistente da Universidade Federal do Pampa. Pelotas, RS, Brasil. E-mail: jeniferharter@hotmail.com.

Edith Alarcon, TB-HIV Department Latin American Region

Enfermeira, Mestre em Saúde Pública. Consultora do Departamento de TB-HIV América Latina Região. Lima, Peru. E-mail: ealarcon@theunion.org.

Lílian Moura de Lima, Instituto Federal do Paraná

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da UFPel. Professor do Instituto Federal do Paraná. Pelotas, RS, Brasil. E-mail: lima.lilian@gmail.com.

Jessica Oliveira Tomberg, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da UFPel. Pelotas, RS, Brasil. E-mail: jessicatomberg@hotmail.com.

Publicado

31/03/2016

Como Citar

1.
Cardozo-Gonzales RI, Palha PF, Harter J, Alarcon E, Lima LM de, Tomberg JO. Avaliação das ações de detecção de casos de tuberculose na atenção primária. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de março de 2016 [citado 23º de maio de 2022];17(4). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/32846

Edição

Seção

Artigo Original