Intervenções para enfrentamento do abuso de álcool: revisão integrativa

Fernanda Jorge Guimarães, Ana Fátima Carvalho Fernandes, Lorita Marlena Freitag Pagliuca

Resumo


O álcool é a droga mais consumida no mundo, que pode gerar problemas sociais e de saúde, afetando usuários, pessoas que com estes convivem e a sociedade em geral. O objetivo foi identificar melhores evidências em intervenções para redução do abuso de álcool. Revisão integrativa de literatura, realizada na LILACS, CINAHL, PUBMED e SCOPUS, por meio dos descritores intervention studies e alcoholism. Os 19 artigos selecionados, em sua maioria, foram classificados como nível dois de evidência, envolviam intervenções com usuários de álcool, destacando-se como as mais eficientes as intervenções breves, intervenções baseadas na internet e aconselhamento. Embora não se comprovou a cessação do uso do álcool a partir das intervenções, os resultados apontam redução significativa do consumo, aumento na disponibilidade para mudança do ato de beber e impacto efetivo das intervenções breves quando comparadas aos tratamentos usuais. As intervenções breves constituem as melhores intervenções para redução do abuso de álcool.

Palavras-chave


Alcoolismo; Estudos de Intervenção; Enfermagem; Promoção da Saúde

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5216/ree.v17i3.29290

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Logotipo do Ibict