Níveis pressóricos e glicêmicos de usuários da Estratégia Saúde da Família

Autores

  • Niciane Bandeira Pessoa Marinho Secretaria Municipal de Saúde de Itapipoca
  • Hérica Cristina Alves de Vasconcelos Universidade Federal do Ceará
  • Maria Amélia de Souza Universidade Federal de Pernambuco
  • Roberto Wagner Júnior Freire de Freitas Universidade Federal do Piauí
  • Paulo César de Almeida Universidade Estadual do Ceará
  • Marta Maria Coelho Damasceno Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v16i3.22021

Palavras-chave:

Glicemia, Diabetes Mellitus Tipo 2, Pressão Arterial, Hipertensão, Cuidados de Enfermagem

Resumo

Pesquisa quantitativa cujo objetivo foi identificar o perfil dos níveis pressóricos e glicêmicos de usuários da Estratégia Saúde da Família de Itapipoca - Ceará. Participaram da amostra 419 usuários, com os quais foram coletados dados sociodemográficos e clínicos (glicemia capilar e pressão arterial sistêmica). As idades variaram entre 20 e 59 anos; 88,1% eram mulheres; 8,3% com glicemia > 140 mg/dl; 7,4% pré-hipertensos e 5,2% hipertensos. A prevalência de pressão arterial elevada foi maior nos homens (p< 0,001); naqueles com idades entre 45 e 59 anos (p=0,003) e com companheiro (p=0,002). As variáveis idade e escolaridade estiveram respectivamente, diretamente e inversamente relacionadas às maiores prevalências de níveis glicêmicos e pressóricos elevados. Conclui-se que a população estudada necessita de estratégias que ampliem sua participação em medidas de promoção da saúde, a fim de minimizar os índices de morbimortalidade decorrentes das alterações nos níveis pressóricos e glicêmicos que não foram detectadas precocemente.

doi: 10.5216/ree.v16i3.22021.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Niciane Bandeira Pessoa Marinho, Secretaria Municipal de Saúde de Itapipoca

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Funcionária da Secretaria Municipal de Saúde de Itapipoca. Itapipoca, CE, Brasil. E-mail: nicianebpm@yahoo.com.br.

Hérica Cristina Alves de Vasconcelos, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: hekinha@hotmail.com.

Maria Amélia de Souza, Universidade Federal de Pernambuco

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto da Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE, Brasil. E-mail: souza_mariaamelia@hotmail.com.

Roberto Wagner Júnior Freire de Freitas, Universidade Federal do Piauí

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem. Professor Adjunto da Universidade Federal do Piauí. Floriano, PI, Brasil. E-mail: robertowjff@globo.com.

Paulo César de Almeida, Universidade Estadual do Ceará

5 Estatístico, Doutor em Saúde Pública. Professor Adjunto da Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: pc49almeida@gmail.com.

Marta Maria Coelho Damasceno, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Aposentado da Universidade UFC. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: martadamascen@terra.com.br.

Downloads

Publicado

04/12/2014

Como Citar

1.
Marinho NBP, Vasconcelos HCA de, Souza MA de, Freitas RWJF de, Almeida PC de, Damasceno MMC. Níveis pressóricos e glicêmicos de usuários da Estratégia Saúde da Família. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 4º de dezembro de 2014 [citado 24º de maio de 2022];16(3):590-7. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/22021

Edição

Seção

Artigo Original