Sindrome de burnout, atividade física e fatores ocupacionais que afetam os servidores púbicos de uma universidade federal do sul do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v26.76766

Palavras-chave:

burnout profissional, exercício físico, saúde ocupacional

Resumo

O estudo buscou identificar a prevalência de Síndrome de Burnout (SB) e sua associação com fatores ocupacionais e atividade física (AF) em servidores técnico-administrativos (STA) de uma universidade federal do sul do Brasil. A amostra foi composta por 203 STA. Foram coletados dados sociodemográficos, ocupacionais, nutricional, SB e prática de AF. A prevalência de SB entre os STA foi de 50%, sendo que a mesma esteve associada inversamente com a faixa etária (p=0,02) e com as atividades administrativas ou de escritório (p=0,008), ambas com proteção superior a 30%. Conclui-se que a prevalência de SB é elevada entre os STA e políticas voltadas a redução dos fatores que levam a SB entre STA devem ser criadas e implementadas pela instituição auxiliando na redução ao adoecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-12-22

Como Citar

FRIO MARINS, M.; SANTOS JERÔNIMO, J.; VÖLZ LOPES, S.; CARLOS VINHOLES SIQUEIRA, F.; COZZENSA DA SILVA, M. Sindrome de burnout, atividade física e fatores ocupacionais que afetam os servidores púbicos de uma universidade federal do sul do Brasil. Pensar a Prática, Goiânia, v. 26, 2023. DOI: 10.5216/rpp.v26.76766. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/76766. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais