A variável raça/cor em estudos epidemiológicos brasileiros sobre atividade física (2015-2019): formas de estratificação e principais resultados

FORMS OF STRATIFICATION AND MAIN RESULTS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.69858

Palavras-chave:

Atividade Motora, Disparidades nos níveis de saúde, Iniquidade Social, Etnia e Saúde

Resumo

Objetivou-se verificar como tem sido estratificada a variável raça/cor em estudos brasileiros que tiveram a atividade física (AF) como variável dependente e a associação entre a raça/cor com a atividade física no tempo livre (AFTL). Realizou-se revisão em 4 bases eletrônicas e 6 periódicos. Nos 16 estudos encontrados observaram-se 6 formas de estratificação, sendo a mais usada: branco, pardo, preto, amarelo e indígena. A categoria “branco” esteve em todos os estudos. Na AFTL, dos 8 estudos encontrados, 3 apresentaram associações, porém a direção destas variou conforme a faixa etária. Conclui-se que a raça/cor tem sido investigada de maneira bastante diversa em estudos que tiveram a AF como variável dependente e que a relação com AFTL parece variar conforme a faixa etária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrei Gabriel Chiconato, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil, andrei.chiconato@uel.br

Graduando de Educação física, bolsista de Iniciação Científica (CNPq) em Saúde Coletiva na Universidade Estadual de Londrina.

André Ullian Dall Evedove, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil, uliang@uol.com.br

Doutorando em Saúde Coletiva da Universidade Estadual de Londrina

Mariana Aparecida dos Santos Panta, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil, mariana.panta@uel.br

Graduada em Educação Física - Bacharelado (2010) e Mestra em Ciências Sociais (2013) pela Universidade Estadual de Londrina. Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Marília), com Estágio de Doutoramento no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal (2018). Docente do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Londrina. Pós-doutoranda e professora colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Estadual de Londrina, com bolsa concedida pela CAPES. Tem experiência no campo da Sociologia das Relações Étnico-Raciais, Sociologia Urbana e Políticas Públicas.

Mathias Roberto Loch, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil, mathiasuel@hotmail.com

Licenciado e Mestre em Educação Física e Doutor em Saúde Coletiva. Professor adjunto do Departamento de Educação Física e do programa de pós graduação em Saúde Coletiva de Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

GABRIEL CHICONATO, A.; ULLIAN DALL EVEDOVE, A. . .; APARECIDA DOS SANTOS PANTA, M. .; ROBERTO LOCH, M. . A variável raça/cor em estudos epidemiológicos brasileiros sobre atividade física (2015-2019): formas de estratificação e principais resultados: FORMS OF STRATIFICATION AND MAIN RESULTS. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.69858. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/69858. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Revisão