Reconstruindo o movimento: uma introdução estética e schopenhauriana sobre o método de Ivaldo Bertazzo

AN AESTHETIC INTERPRETATION ON IVALDO BERTAZZO'S METHOD.

Autores

  • Anaí Pigatto. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo, Brasil pigattocontempla@hotmail.com
  • Odilon José Roble Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo, Brasil roble@fef.unicamp.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.68109

Palavras-chave:

Educação. Movimento. Corpo. Estética

Resumo

O método Bertazzo, originalmente chamado Reeducação do Movimento, é mais do que um sistemático programa de educação do corpo. Trata-se, sobretudo, do reconhecimento do corpo como um agente fundamental para o conhecimento sobre a vida. Neste texto, discutem-se os princípios em uma abordagem estético-filosófica de duas obras literárias de Ivaldo Bertazzo. Para além da proposta de um método como ferramenta ao artista do corpo/da cena, a Reeducação do Movimento sugere uma postura ativa com o corpo em diversas fases da vida sob condições variadas para qualquer indivíduo, evidenciando que o alcance do corpo humano é potente em suas funções e que, portanto, parece-nos tácita a sugestão de apropriação desse corpo sob um viés mais holístico em oposição aos frequentes modelos funcionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anaí Pigatto., Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo, Brasil pigattocontempla@hotmail.com

Possui graduação em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestranda em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (Educação Física e Sociedade) Desenvolveu pesquisas no Departamento de Ciências da Religião e Filosofia, e, no Departamento das Artes do Corpo e Política da PUC-SP . Com especial apreço aos seguintes temas: Danças Brasileiras, Corpo e Movimento na Cultura Popular Brasileira; Construção do Gesto e Expansão do Movimento; Arte e Estética, Cultura e Religião; Participa do Grupo de Pesquisa GPFEM da Faculdade de Educação Física da Unicamp. Pesquisa sobre Corpo e Filosofia; Relações sobre Dança e Educação; Corpo e a Psicanálise. É dançarina, educadora e artista do corpo.

Odilon José Roble, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo, Brasil roble@fef.unicamp.br

Graduado em Filosofia, Especialista em Psicanálise, Licenciado em Educação Física, Mestre e Doutor em Educação. Atua como Professor do Departamento de Educação Física e Humanidades da Faculdade de Educação Física da UNICAMP. Desenvolvendo pesquisas sobre Filosofia do Esporte, Filosofia e Estética do corpo e Filosofia da Dança. Nesse esforço, recorre aos saberes do que se encontra como "Filosofia do Caos", "Filosofia da Vontade" ou "Filosofia do Impulso", ou seja, uma visão filosófica da Mitologia Grega, dos pensamentos de Schopenhauer e Nietzsche e de elementos teóricos da psicanálise freudiana. Membro da Associação Internacional de Filosofia do Esporte.

Downloads

Publicado

2022-08-26

Como Citar

DE ABREU PIGATTO., A. .; JOSÉ ROBLE, O. . Reconstruindo o movimento: uma introdução estética e schopenhauriana sobre o método de Ivaldo Bertazzo: AN AESTHETIC INTERPRETATION ON IVALDO BERTAZZO’S METHOD. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.68109. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/68109. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Revisão