Mulheres praticantes de musculação e assédio sexual: uma análise das narrativas

AN ANALYSIS OF NARRATIVES

Autores

  • Maria Rosângela Dias Pinheiro Universidade Regional do Cariri (URCA), Campus Multi-Institucional Humberto Teixeira, Iguatu, Ceará, Brasil, rosangelapinheiroigt@hotmail.com
  • Iraquitan de Oliveira Caminha Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil, caminhairaquitan@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.68019

Palavras-chave:

Assédio Sexual. Mulheres. Treinamento de Resistência.

Resumo

O estudo teve como objetivo analisar as narrativas de mulheres praticantes de musculação sobre assédio sexual. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, descritiva. Utilizou-se dois instrumentos: questionário sociodemográfico estruturado e entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo. Foi significativo os comentários sobre o olhar malicioso como uma das formas de assédio predominante nos episódios relatados, tornando-se inoportuno durante a execução dos exercícios físicos. As participantes do estudo conceberam como uma invasão da sua intimidade e do seu espaço de treino, assim como, considerou o olhar invasivo que não foi acolhido como uma forma de assédio sexual.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

ROSÂNGELA DIAS PINHEIRO, . M. .; DE OLIVEIRA CAMINHA, I. . Mulheres praticantes de musculação e assédio sexual: uma análise das narrativas: AN ANALYSIS OF NARRATIVES. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.68019. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/68019. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais