Errata: Influência da privação visual no desempenho do teste de 10rm em homens treinados

Autores

  • Krystal Alonso Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, Krika_kry@hotmail.com
  • Gabriel Paz Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil gabriel.andrade.paz@gmail.com
  • Germano Barbosa Dias Bianchini Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brasil, gebianchini32@hotmail.com
  • Ramila Ferreira da Silva Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
  • José Carlos dos Santos Albarello Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, albarello1993@gmail.com https://orcid.org/0000-0001-5963-4866
  • Humberto L. Miranda Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v23.67167

Palavras-chave:

Treinamento de resistência, Retroalimentação sensorial, Força muscular

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar e comparar a carga deslocada no
teste de 10 RM sob as condições com e sem a privação visual. A amostra foi
composta por 13 homens treinados em força (idade 27,7 ±3 anos). Foram
realizadas quatro sessões para teste e reteste de 10 RM nos exercícios: Supino
horizontal (SH) e Hack Machine (HM). Para a análise estatística, foi utilizado o
test T pareado para comparar os resultados obtidos. Como resultado obtivemos
que a carga deslocada com privação visual (PV) no (SH) foi de 150 kg e sem
privação (SPV) foi de 135 kg, e para o HM CPV a carga foi de 54 kg e SPV 48 kg.
Com base nos resultados apresentados, conclui-se que a carga deslocada CPV
foi significativamente maior do que com a visualização das cargas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

ALONSO, K.; PAZ, G.; BARBOSA DIAS BIANCHINI, G.; FERREIRA DA SILVA SANTOS, R.; CARLOS DOS SANTOS ALBARELLO, J.; L. MIRANDA, H. Errata: Influência da privação visual no desempenho do teste de 10rm em homens treinados. Pensar a Prática, Goiânia, v. 23, 2020. DOI: 10.5216/rpp.v23.67167. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/67167. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais