Variação aguda não-uniforme da espessura muscular ao longo do peitoral maior em resposta ao supino reto em homens treinados

Autores

  • Bruno Felipe Mendonça Leitão Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil brunofmleitao@gmail.com
  • Liliam Fernandes de Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil liliam.oliva@gmail.com
  • Thiago Torres da Matta Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil ttmatta@eefd.ufrj.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v23.54690

Palavras-chave:

Supino Reto, Peitoral Maior, Homens Treinados, Ultrassom, Treinamento de Força

Resumo

O objetivo do estudo foi comparar a variação da espessura muscular (EM) ao longo do peitoral maior (PM) após três séries de 8 a 12 repetições máximas de supino reto. A amostra foi composta por 12 homens treinados. O comportamento da EM foi avaliado pré e imediatamente após a realização do exercício através de ultrassonografias, em três sítios do feixe esternal do PM: medial (próximo ao esterno), central e lateral (próximo ao úmero). Como resultado, o sítio medial apresentou variação relativa da EM de 14,78%, o central de 11,83% e o lateral de 10,04%, com diferença significativa apenas entre o sítio medial quando comparado ao lateral (p=0,036). Tal efeito pode estar relacionado a maior ativação do trecho medial do PM durante o supino reto ou pela específica morfologia do PM

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Felipe Mendonça Leitão, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil brunofmleitao@gmail.com

Aluno de Educação Física Bacharelado da Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Educação Física e Desportos - Departamento de Biomecânica

Liliam Fernandes de Oliveira, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil liliam.oliva@gmail.com

Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Educação Física e Desportos - Departamento de Biomecânica

Thiago Torres da Matta, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil ttmatta@eefd.ufrj.br

Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Educação Física e Desportos - Departamento de Biomecânica

Downloads

Publicado

17-04-2020

Como Citar

Leitão, B. F. M., Oliveira, L. F. de, & Matta, T. T. da. (2020). Variação aguda não-uniforme da espessura muscular ao longo do peitoral maior em resposta ao supino reto em homens treinados. Pensar a Prática, 23. https://doi.org/10.5216/rpp.v23.54690

Edição

Seção

Artigos Originais