LAZER, SAÚDE E INTERVENÇÃO COM PESSOAS IDOSAS: PERCEPÇÕES SOBRE ESSAS TEMÁTICAS NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Natascha Stephanie Nunes Abade Universidade Federal de Minas Gerais
  • Christianne Luce Gomes Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v19i4.38414

Palavras-chave:

Lazer, Saúde, Idosos, Educação Física, Intervenção

Resumo

Resumo: Este artigo objetiva discutir entendimentos de saúde, promoção de saúde e de lazer de acadêmicos de Educação Física atuantes num projeto de extensão universitária. De abordagem qualitativa, este estudo de caso contou com pesquisa bibliográfica e questionário, que foi respondido por 24 voluntários. Como resultados, saúde e promoção da saúde foram relacionadas com bem-estar, qualidade de vida, melhoria e manutenção da saúde. Compreensões de lazer foram associadas a prazer, tempo livre e desprendimento de obrigações. Alguns desafios pendentes para a área de Educação Física dizem respeito à relevância de aprofundar conhecimentos e práticas que articulem, cada vez mais, as temáticas pesquisadas.

Palavras-chave: Lazer. Saúde. Idosos. Educação Física. Intervenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natascha Stephanie Nunes Abade, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Estudos do Lazer pelo Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG. Bacharel em Educação Física pela UFMG. Membro do grupo de pesquisa OTIUM – Lazer, Brasil & América Latina.

Christianne Luce Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais

Docente do Departamento de Educação Física da UFMG e do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG. Doutora em Educação. Pesquisadora da Fapemig (PPM) e CNPq (DTI-A). Líder do Grupo de Pesquisa OTIUM – Lazer, Brasil & América Latina.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Como Citar

NUNES ABADE, N. S.; GOMES, C. L. LAZER, SAÚDE E INTERVENÇÃO COM PESSOAS IDOSAS: PERCEPÇÕES SOBRE ESSAS TEMÁTICAS NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO FÍSICA. Pensar a Prática, Goiânia, v. 19, n. 4, 2016. DOI: 10.5216/rpp.v19i4.38414. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/38414. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais