O TRATAMENTO DO ESPORTE COMO CURRÍCULO NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Edson Costa Farret Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) Fundação de Apoio a Escola Técnica (FAETEC/RJ) Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO/SG)
  • Dinah Vasconcellos Terra Universidade Federal Fluminense
  • Carlos Alberto Figueiredo Universidade Salgado de Oliveira (Universo/Niterói)

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v19i3.33936

Palavras-chave:

Esporte, Currículo, Formação Inicial.

Resumo

Este estudo tem por objetivo investigar, através de uma revisão de literatura, como o esporte é tratado como conteúdo nos cursos de graduação em Educação Física. A metodologia utilizada é de perspectiva qualitativa com caráter bibliográfico que, segundo Gil (1995), envolve entre outros elementos o levantamento bibliográfico e documental. Dos estudos selecionados, todos apontam para superação à denominada "esportivização" do currículo. Assim, este estudo se justifica por contribuir com a prática pedagógica do esporte no ensino superior. Percebemos que novas estratégias de ensinar o esporte vem surgindo, na perspectiva de construir uma identidade no trato do esporte no ensino superior, buscando uma formação mais reflexiva dos acadêmicos em Educação Física.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edson Costa Farret, Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) Fundação de Apoio a Escola Técnica (FAETEC/RJ) Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO/SG)

Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995). É professor do Instituto Federal do Rio de Janeiro (Campus São Gonçalo), professor da Escola Técnica Estadual Henrique Lage/CETEP-Barreto(RJ), professor da Universidade Salgado de Oliveira/SG no Curso de Educação Física e Gestor da Pós-Graduação em Educação Física Escolar. Pós-graduado em Futebol pela UFRJ(1996) e Mestrado em Ciências da Atividade Física na UNIVERSO/RJ (Capes 3). Como experiência profissional destacamos: professor substituto do Curso de Licenciatura em Educação Física da UFF(Agosto2009/Julho2011) e pelo Ministério do Esporte atuou como Formador de Agentes Comunitários(2007-2010). Possui ênfase nos seguintes temas: Elaboração de Projetos da Lei de Incentivo, Metodologia do Ensino do Esporte, Fundamentos Pedagógicos, Metodologia do Ensino da Educação Física Escolar, Formação de Professores e Políticas Públicas de Lazer.

Dinah Vasconcellos Terra, Universidade Federal Fluminense

Possui graduação em Educaçao Física pela Universidade Castelo Branco (1984), mestrado em Educação Física pela Universidade Gama Filho (1996) e doutorado em Ciências da Educação - Universidad de Barcelona (2004). Professora Associada I do curso de Educação Física da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área Formação Profissional, atuando principalmente nos seguintes temas: educação física escolar, formação profissional, planejamento e currículo. Vice-presidente Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte gestão 2007-2009.

Carlos Alberto Figueiredo, Universidade Salgado de Oliveira (Universo/Niterói)

Licenciado em Educação Física pela Universidade Gama Filho e bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense. Sua carreira acadêmica inclui estágio de pós-doutoramento na Universidade do Porto - Gabinete de Gestão Desportiva; doutorado em Educação Física (Área de Concentração: Educação Física e Cultura) pela Universidade Gama Filho; mestrado em Educação Física pela Universidade Gama Filho; especialização em Didática e Metodologia do Ensino na Universidade Estácio de Sá. Atualmente exerce o cargo de Vice-reitor Acadêmico do Centro Universitário Augusto Motta e atua como professor titular da Universidade Salgado de Oliveira, no programa de mestrado em Ciências da Atividade Física. É professor convidado da Universidade do Porto, Portugal, desde de 2012. No Brasil, atua no ensino superior desde 1979. Além da docência, tem experiência na área de gestão educacional. Implantou o curso de Licenciatura Plena em Educação Física e exerceu o cargo de coordenador no Centro Universitário Celso Lisboa, em 2002. Foi também coordenador do curso de Licenciatura Plena em Educação Física do Centro Universitário Augusto Motta, de 2003 a 2005. Em seguida, na mesma instituição, exerceu os cargos de Diretor de Pesquisa, em 2005, Pró-reitor de Pesquisa de 2006 a 2007, Pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, de 2007 a 2009, Pró-reitor de Ensino de 2009 a 2013, Pró-reitor Acadêmico 2014. Além de atuar no ensino superior, foi professor no Ensino Fundamental e no Ensino Médio no Colégio da Cidade e professor concursado pelo município de Duque de Caxias, exercendo suas atividades no CIEP Célia Rabelo. Na área esportiva, foi treinador de basquetebol em diversos clubes do Rio de Janeiro e também no desporto universitário, técnico da seleção carioca feminina de basquetebol universitário, bem como desenvolveu ações em projetos esportivos sociais na Cidade de Deus e na Mangueira pela Fundação Roberto Marinho. Tem experiência na área de gestão educacional, gestão esportiva, pesquisa e educação física, atuando principalmente nos seguintes temas: racismo, esporte e desenvolvimento social, educação física, etnometodologia, relações étnico-raciais e esporte, inclusão social, projetos esportivos sociais.

Downloads

Publicado

2016-09-30

Como Citar

FARRET, E. C.; TERRA, D. V.; FIGUEIREDO, C. A. O TRATAMENTO DO ESPORTE COMO CURRÍCULO NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA. Pensar a Prática, Goiânia, v. 19, n. 3, 2016. DOI: 10.5216/rpp.v19i3.33936. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/33936. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Revisão