INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NOS PROJETOS DE EXTENSÃO DE PRÁTICAS CORPORAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Autores

  • Vanessa Helena Santana Dalla Déa UFG
  • Maycon Vasconcelos Cunha
  • Oromar Augusto dos Santos Nascimento
  • Amanda Fonseca de Lima
  • Marlini Dorneles de Lima

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i4.20237

Palavras-chave:

inclusão, praticas corporais, extensão

Resumo

A inclusão das pessoas com deficiência nos mais diferentes contextos sociais é um direito. O presente artigo tem como objetivo apresentar como acontece a inclusão destas pessoas nos projetos de extensão da UFG, categorizando formas de inclusão e o perfil das pessoas incluídas. Como metodologia foi utilizada a observação sistemática e pesquisa de campo quantitativo-descritiva. Como resultado tem-se 25 pessoas com deficiência incluídas, sendo 80% nas praticas aquáticas, 16% nas praticas aquáticas e dança, e 4% fazem somente dança. Foram encontradas três formas diferentes de inclusão: inclusão automática e independente com 48% dos participantes, inclusão com dependência momentânea com 40% e inclusão com dependência permanente com apenas 12% dos participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Helena Santana Dalla Déa, UFG

Bacharel em Educação Física - Unicamp

Mestrado e Doutorado em Atividade Física, adaptação e saúde.

Projessor adjunto da UFG, departamento de Educação Física

Na disciplina: Metodologia de ensino e pesquisa em natação.

 

Downloads

Publicado

2013-12-20

Como Citar

DALLA DÉA, V. H. S.; VASCONCELOS CUNHA, M.; AUGUSTO DOS SANTOS NASCIMENTO, O.; FONSECA DE LIMA, A.; DORNELES DE LIMA, M. INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NOS PROJETOS DE EXTENSÃO DE PRÁTICAS CORPORAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 4, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i4.20237. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/20237. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais