AS TÉCNICAS DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA E AS DIRETRIZES DA AMERICAN HEART ASSOCIATION PODEM AUXILIAR NA PREVENÇÃO DA MORTE SÚBITA RELACIONADA À ATIVIDADE FÍSICA?

Autores

  • Cássia Regina Vancini-Campanharo Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo
  • Cibelli Rizzo-Cohrs Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo
  • Ruth Ester Assayag Batista Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo
  • Meiry Fernanda Pinto Okuno Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo
  • Claudio Andre Barbosa de Lira Setor de Fisiologia Humana e do Exercício - Câmpus Jataí da Universidade Federal de Goiás
  • Marília dos Santos Andrade Departamento de Fisiologia da Universidade Federal de São Paulo
  • Rodrigo Luiz Vancini Departamento de Fisiologia da Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i3.19924

Palavras-chave:

Parada Cardíaca, Ressuscitação Cardiopulmonar, Atividade Física

Resumo

A morte súbita em atletas é um dos acontecimentos mais devastadores. Embora a prática regular de atividade física promova a saúde e o bem-estar, o exercício intenso aumenta o risco de morte súbita em pessoas com afecções cardiovasculares. O aumento crescente da taxa de parada cardiorrespiratória relacionada à atividade física faz desta um problema de saúde pública, tornando-se necessária a implantação de estratégias de prevenção. A associação de medidas de prevenção primária, como a avaliação sistemática pré-participação esportiva e secundária, como a educação para o reconhecimento da parada cardiorrespiratória, a realização imediata de ressuscitação cardiopulmonar e o acesso precoce ao desfibrilador externo automático, aumentam as chances de sobrevida e melhoram o prognóstico dos indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-09-30

Como Citar

VANCINI-CAMPANHARO, C. R.; RIZZO-COHRS, C.; BATISTA, R. E. A.; OKUNO, M. F. P.; DE LIRA, C. A. B.; ANDRADE, M. dos S.; VANCINI, R. L. AS TÉCNICAS DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA E AS DIRETRIZES DA AMERICAN HEART ASSOCIATION PODEM AUXILIAR NA PREVENÇÃO DA MORTE SÚBITA RELACIONADA À ATIVIDADE FÍSICA?. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 3, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i3.19924. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/19924. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Ensaios