MÉTODOS DE FRACIONAMENTO DA CORTADA DO VOLEIBOL SOB A PERSPECTIVA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Raquel Maia Bokums
  • Marcelo Massa
  • Jaqueline Freitas Neiva
  • Jusselma Ferreira Maia
  • Maria Teresa Marques
  • Cassio Miranda Meira Jr. Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i3.18824

Palavras-chave:

Método, Ensino, Fracionamento, Cortada, Voleibol, Educação Física.

Resumo

Pelo fato de a prática da cortada com fracionamento (ou não) ser um tema polêmico que tem gerado inconsistências teóricas e práticas, o objetivo do presente estudo foi investigar quais métodos de fracionamento da cortada são utilizados por professores de Educação Física em diferentes fases profissionais no processo ensino-aprendizagem da cortada. Além disso, pretendeu-se descrever as justificativas dos professores para a escolha dos métodos. A amostra foi composta por 36 professores de Educação Física com níveis distintos de experiência na área, os quais responderam a um questionário sobre o uso de métodos de ensino relativos ao fracionamento da cortada do voleibol. As maiores frequências de respostas foram relativas ao método parcial progressivo e ao método misto (combinação do método por partes e do método do todo).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cassio Miranda Meira Jr., Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Universidade de São Paulo

http://lattes.cnpq.br/6480946823626895

Graduado (1996), mestre (1999) e doutor (2005) pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo (EEFE-USP). Atualmente é livre-docente em dedicação exclusiva no Curso de Ciências da Atividade Física da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Chefia nessa instituição o Laboratório de Ciências da Atividade Física e é Vice-Coordenador do Grupo de Estudos em Capacidades e Habilidades Motoras. Também atua como orientador no programa de pós-graduação da EEFE-USP (Conceito 6). Possui experiência nas áreas de Aprendizagem Motora, Desenvolvimento Motor, Controle Motor, Voleibol, Pedagogia do Movimento Humano e Metodologia da Pesquisa. Interessa-se principalmente pelas diferenças individuais motoras e pelos fatores que afetam a execução e aquisição de habilidades motoras. Em 2012, concluiu pós-doutorado na University of Tennessee (Knoxville Campus, Department of Kinesiology, Recreation, and Sport Studies).

Downloads

Publicado

2013-09-30

Como Citar

MAIA BOKUMS, R.; MASSA, M.; FREITAS NEIVA, J.; FERREIRA MAIA, J.; MARQUES, M. T.; MEIRA JR., C. M. MÉTODOS DE FRACIONAMENTO DA CORTADA DO VOLEIBOL SOB A PERSPECTIVA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 3, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i3.18824. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/18824. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais