HABITUS PROFISSIONAL, CURRÍCULO OCULTO E CULTURA DOCENTE: PERSPECTIVAS PARA A ANÁLISE DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Mônica Urroz Sanchotene
  • Vicente Molina Neto

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v9i2.173

Resumo

O presente ensaio pretende articular conceitos de habitus profissional, currículo oculto e cultura docente, como instrumentos de análise das práticas pedagógicas dos professores de educação física. Ao conceber a prática pedagógica como resultado de um contexto e de um habitus profissional, o texto discute a produção de um currículo oculto a partir da prática docente, considerando que o currículo oculto pode ser fruto das relações interpessoais, das normas escolares e dos conteúdos de uma disciplina/componente curricular. O ensaio mostra, ainda, como o fenômeno da intensificação reforça as rotinas dos professores e dificulta a reflexão a partir da prática. PALAVRAS-CHAVE: prática pedagógica – habitus profissional – currículo oculto

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Urroz Sanchotene

.

Downloads

Publicado

2006-11-15

Como Citar

URROZ SANCHOTENE, M.; MOLINA NETO, V. HABITUS PROFISSIONAL, CURRÍCULO OCULTO E CULTURA DOCENTE: PERSPECTIVAS PARA A ANÁLISE DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Pensar a Prática, Goiânia, v. 9, n. 2, p. 267–280, 2006. DOI: 10.5216/rpp.v9i2.173. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/173. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais