VARIAÇÕES ANGULARES DO QUADRIL, JOELHO E TORNOZELO ENTRE DOIS MÉTODOS DE AJUSTE DE ALTURA DE SELIM DA BICICLETA: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Rivaldo de Souza Oliveira Universidade Estadual de Campinas
  • Juliana Exel Santana Universidade Estadual de Campinas
  • Felipe Arruda Moura Universidade Estadual de Campinas
  • Sergio Augusto Cunha Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i1.15938

Palavras-chave:

Ciclismo, ajuste de selim, análise cinemática

Resumo

O objetivo deste trabalho consistiu em avaliar os métodos Greg Lemond e Fit Kit em variáveis cinemáticas angulares de membro inferior. Foram recrutados 3 atletas de ciclismo treinados, que pedalaram por 2 minutos, em uma cadência preferida. As imagens foram obtidas por 2 câmeras filmadoras digitais em uma frequência de 300 Hz. Marcadores foram fixados no trocânter maior, epicôndilo lateral, maléolo lateral e base do 5º metatarso, e rastreados no DVideo®. Foram calculados os valores máximos e mínimos dos ângulos do quadril, joelho e tornozelo em 5 ciclos. Não houve diferença entre os métodos testados. Assim, uma vez que o Fit Kit é um método oneroso, é possível a realização de ajustes utilizando um método simples, como o Greg Lemond.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rivaldo de Souza Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

Especialista em Biomecânica pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas.

Juliana Exel Santana, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Educação Física, aluna do curso de Doutorado em Educação Física e pesquisadora na área de Biomecânica na Faculdade de Educação Física da Unicamp.

Felipe Arruda Moura, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Educação Física e pesquisador na área de Biomecânica na Universidade Estadual de Campinas.

Sergio Augusto Cunha, Universidade Estadual de Campinas

Professor Associado da Faculdade de Educação Física da Unicamp

Downloads

Publicado

2013-03-28

Como Citar

OLIVEIRA, R. de S.; SANTANA, J. E.; MOURA, F. A.; CUNHA, S. A. VARIAÇÕES ANGULARES DO QUADRIL, JOELHO E TORNOZELO ENTRE DOIS MÉTODOS DE AJUSTE DE ALTURA DE SELIM DA BICICLETA: UM ESTUDO DE CASO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 1, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i1.15938. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/15938. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais