A DIMENSÃO DO CAMPO DA RECREAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DA NAÇÃO ARGENTINA. EDUCAÇÃO POPULAR DESDE O POVO E SEU CONCEITO DE CIMENTAÇÃO DAS CULTURAS ORIGINÁRIAS

Autores

  • Gustavo Rolando Coppola

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v9i1.123

Resumo

No presente artigo, tenta-se resgatar o devir que levou à construção do Campo da Recreação desde as problemáticas sociais derivadas da construção da Nação, da imigração externa e interna, das políticas assistencialistas e populistas, assim como à destruição da ação do campo durante a ditadura e desde o império do “neoliberalismo”. O artigo apresenta ao leitor ações que levam hoje em dia à recuperação do campo, e a sua inserção na conscientização para uma transformação. PALAVRAS-CHAVE: recreação – educação popular – construção da nacionalidade – desmobilização – conscientização

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-11-15

Como Citar

ROLANDO COPPOLA, G. A DIMENSÃO DO CAMPO DA RECREAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DA NAÇÃO ARGENTINA. EDUCAÇÃO POPULAR DESDE O POVO E SEU CONCEITO DE CIMENTAÇÃO DAS CULTURAS ORIGINÁRIAS. Pensar a Prática, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 27–44, 2006. DOI: 10.5216/rpp.v9i1.123. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/123. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais