Perda de solos no bioma Cerrado: estudo comparativo entre áreas protegidas e não protegidas por Unidades de Conservação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v43i01.70626

Resumo

O Bioma Cerrado Brasileiro, importante região ecológico-econômica com grande produção de commodities, tem, em sua porção norte, a recente fronteira agrícola fora da Amazônia. Nesse contexto, este trabalho analisa as variabilidades espaço-temporais nas taxas de perdas de solo calculadas para bacias hidrográficas que drenam o Parque Nacional das Emas (PNE), e o Parque Nacional de Brasília (BNP), e seus arredores, aplicando a Equação Universal de Perda de Solo Revisada (RUSLE) para os anos 1970, 1985 e 2018. Os resultados indicam que as maiores taxas médias foram calculadas para o entorno do BNP, 10 ton.h-1.a-1, variando de 3,8 a 20,8. Ao contrário, para o ENP as taxas de perda de solo foram 10 vezes menores que as do BNP, onde não foram observadas diferenças significativas, com taxa média de 0,3 ton.h-1.a-1 (variando de 0,1 a 0,5). Os fatores de controle da perda de solo diferiram entre os dois locais, pois para o BNP as mudanças no uso da terra controlaram as variabilidades espaço-temporais, e para o ENP apenas as diferenças morfológicas desempenharam esse papel. As taxas calculadas para o ENP e arredores diferem da tendência geral observada para outras savanas do mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Espíndola Rosa, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, lucasespindola@ufg.br

Doutor em Geografia
Técnico em Mineração - LABOGEF/IESA/UFG

Luís Felipe Soares Cherem, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, luischerem@ufg.br

Possui graduação em Geografia - Bacharelado pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006), mestrado em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais pela Universidade Federal de Minas Gerais (2008), doutorado em Evolução Crustal e Recursos Naturais pela Universidade Federal de Ouro Preto (2012) e doutorado em Ecole Doctorale Sciences de lEnvironnement (ED251) - Aix-Marseille Université (2012). Atualmente é professor adjunto IV na Universidade Federal de Goiás.

Lionel Siame, Centre européen de recherche et d'enseignement de géosciences de l'environnement (CEREGE), Aix-en-Provence, França, siame@cerege.fr

Doutor pela Université Paris-Saclay Faculté des Sciences d'Orsay: Orsay, Île-de-France, FR

Professor associado na Aix-Marseille Université: Marseille, Provence-Alpes-Côte d'Azu, FR

Downloads

Publicado

2023-08-31

Como Citar

ESPÍNDOLA ROSA, L.; CHEREM, L. F. S.; SIAME, L. Perda de solos no bioma Cerrado: estudo comparativo entre áreas protegidas e não protegidas por Unidades de Conservação. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 43, n. 01, 2023. DOI: 10.5216/bgg.v43i01.70626. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/70626. Acesso em: 30 maio. 2024.