A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS APORTES DO BNDES PARA A INDÚSTRIA DO PLÁSTICO, DA BORRACHA E DA QUÍMICA NO BRASIL - DOI 10.5216/bgg.v36i3.44553

Autores

  • Paulo Henrique Schlickmann Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v36i3.44553

Resumo

Resumo Nos últimos 13 anos, a economia brasileira vivenciou um período de euforia com o que se convencionou chamar de “o sucesso das políticas nacionais desenvolvimentistas aplicadas pelo governo petista” (2003 – 2016). O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desempenhou um importante papel no desdobramento dessas políticas através de aportes financeiros a diversos grupos empresariais. O objetivo deste artigo é apresentar detalhadamente as características dos aportes financeiros destinados à indústria do plástico e da borracha e à indústria química brasileira. Primeiramente, são apresentados os dados gerais levantados do portal Transparência BNDES. Posteriormente, esses dados são especificados por gênero industrial, empresa, localização e objetivo dos projetos demandantes. Observou-se uma aparente conexão entre a disponibilização dos recursos e as empresas denominadas “campeãs nacionais”. Finalmente, lançamse algumas questões referentes a esse modelo de financiamento. Palavras-chave: desenvolvimento, financiamento, política econômica, Geografia Econômica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-09

Como Citar

HENRIQUE SCHLICKMANN, P. A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS APORTES DO BNDES PARA A INDÚSTRIA DO PLÁSTICO, DA BORRACHA E DA QUÍMICA NO BRASIL - DOI 10.5216/bgg.v36i3.44553. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 36, n. 3, p. 463–481, 2016. DOI: 10.5216/bgg.v36i3.44553. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/44553. Acesso em: 20 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos