MAPEAMENTO E TRAJETÓRIA POLÍTICO-INSTITUCIONAL DO TURISMO NO ESTADO DE GOIÁS ENTRE 1961 E 1990 - DOI 10.5216/bgg.v35i3.38841

Autores

  • Gisélia Lima Carvalho Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v35i3.38841

Resumo

Este artigo se propõe a examinar o processo histórico que engendrou a política de turismo no estado de Goiás. O recorte temporal priorizado refere-se ao período que vai de 1961 a 1990, fase pouco diagnosticada na literatura goiana. O estudo pautou-se no inventário da legislação goiana voltada para o turismo, na análise dos planos dos governos do referido período e no mapeamento das ações mais relevantes de cada governador que contribuíram para desenvolver a atividade no Estado. Os resultados evidenciaram que houve uma importante participação do Estado na condução da atividade desde a década de 1960, quando passaram a ser identificadas medidas capitais para a institucionalização do setor, assim como foram averiguadas ações materializadas em um conjunto comum de municípios capazes de transformá-los nos principais destinos turísticos goianos que hoje conhecemos.
Palavras-chave: política de turismo, institucionalização, estado de Goiás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-12-02

Como Citar

LIMA CARVALHO, G. MAPEAMENTO E TRAJETÓRIA POLÍTICO-INSTITUCIONAL DO TURISMO NO ESTADO DE GOIÁS ENTRE 1961 E 1990 - DOI 10.5216/bgg.v35i3.38841. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 35, n. 3, p. 507–529, 2015. DOI: 10.5216/bgg.v35i3.38841. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/38841. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos